domingo, 21 de abril de 2013

Viagem em dois tempos





-Vovó, você comprou uma passagem para mim?
- Não, minha netinha. Dessa vez só vão viajar a vovó e o vovô. Mas na próxima, você irá.
Esse foi nosso diálogo logo cedo.
Pois é. Malas prontas, mil providências tomadas.
E amanhã começaremos nova aventura: atravessar o Oceano Atlântico de navio.
Já fizemos vários cruzeiros, mas transatlântico é o primeiro.
Embarcaremos na nossa cidade Santos e, depois de uma parada em Recife, seguiremos para a Espanha.
Alguns dias totalmente a bordo até as Ilhas Canárias. Lá, conheceremos Tenerife e Lanzarote.
Logo depois, chegaremos a Barcelona, que será a porta de entrada para nossa programação de férias no continente.
Que tenhamos uma boa viagem!



segunda-feira, 15 de abril de 2013

Envelhecer bem






Genética? Bons hábitos alimentares? Modo de encarar a vida? Temperamento sociável?
Quais os fatores mais importantes para que se envelheça bem?
Pensei nisso tudo depois de assistir a alegre peça “Alô Dolly”, no último sábado, em São Paulo.


Reinando maravilhosamente no palco, a atriz Marília Pêra.
Atriz completa, ela dança, canta, interpreta e encanta.  Dona de uma postura corporal ereta e perfeita, e de um talento enorme, Marília Pêra seduz inteiramente o público.
É, verdadeiramente, uma diva.


E o que é incrível, é que essa atriz sedutora tem 70 anos completos.
No caso, a palavra velhice parece totalmente inadequada para qualificar a fase em que ela se encontra.
Ou será esse o bom envelhecimento?
Uma coisa parece ser certa. Fazer com paixão aquilo que se ama - ao lado de outros fatores importantes - permite que se envelheça bem.
Que o digam nossas duas divas: Bibi Ferreira e Marília Pêra. 


quinta-feira, 11 de abril de 2013

Boca vermelha





O que é que eu estou fazendo dando preferência aos batons clarinhos?
Rosa claro, marronzinho claro, cor de boca ...
De repente, fui visitar o site Advanced Style, cujo autor percorre as ruas de Nova Iorque fotografando pessoas mais velhas, elegantes e criativas.
E constatei: a maior parte das senhoras idosas, muitas septuagenárias, e prá lá de septuagenárias, usam batom vermelho. Ou rosa intenso.
Rugas, cabelos grisalhos ou brancos?
Tudo bem.
Mas as bocas ... 
Sempre pintadas com cores vivas.








As retratadas do Advanced Style parecem dizer:
- Vamos deixar os tons claros para as jovens, que já têm a vivacidade própria da idade.
É isso aí.
Concordei rapidinho.
E daqui prá frente, muito batom vermelho!





terça-feira, 9 de abril de 2013

"Arrumando as malas"





Viajar é bom. É muito bom!
Mas os preparativos para uma viagem podem ser bem estressantes.
Desde sempre organizei nossas viagens, em todos os seus detalhes. O Berto não se envolve com essa etapa, pois diz que é muito bem atendido pela “Helô Tour”.
E lá vai a “Helô Tour” escolher o lugar a ser visitado, fazer pesquisas sobre passagens, hotéis, passeios, restaurantes, transporte, clima durante a estadia ...
Em seguida, efetuar as reservas, calcular valores, organizar a documentação.
E quando a viagem está próxima, a “Helô Tour” também assume as providências domésticas. Entre outras, a suspensão da entrega dos jornais, o planejamento do serviço da diarista, a verificação dos pagamentos com vencimento durante os dias da viagem, a antecipação de algumas obrigações.
E daí, chega a fase da mala. Que mala levar? Que roupa levar?
O importante é evitar muito peso. Mas, quanto de roupa de frio? Quanto de roupa leve?
Tênis? Bota? Sandália?
Sandália, não. Dificilmente será usada.
Nessa fase, já entra o Berto. 
Cada um faz sua mala, com troca de informações.
E daí para frente, a “Helô Tour” fica mais tranquila, seguindo com alguma flexibilidade o roteiro definido, e fazendo acertos que se mostram necessários durante a execução do plano.
E o Berto, que a partir da saída de casa assume inteiramente a responsabilidade pelas malas, passa a exercer, ou melhor, continua a exercer um papel fundamental durante a viagem: o do companheirismo. Que faz toda a diferença.
E lá vamos nós para mais uma aventura.



Embora ainda faltem alguns dias para a viagem, escrevi esse post porque, com a cabeça nos preparativos, dormi pouco durante essa noite.



terça-feira, 2 de abril de 2013

Páscoa e magia





Um dia antes do Domingo de Páscoa, a Isadora disse para a Priscila:
Mamãe, eu vou fazer uma pergunta e quero que você me diga a verdade.
Existe coelhinho da Páscoa? Existe Papai Noel? Existe Fadinha do dente?
Na verdade, três perguntas. 
E, de uma vez só, ela deu o primeiro passo para acabar com a magia que acompanhava sua infância. A de acreditar e esperar pelas surpresas trazidas pelas figuras mágicas.
- Quer dizer, mamãe, que você é que comprava o presente do Papai Noel?
- E a vovó é que escondia os ovinhos de Páscoa?
É isso. A netinha está crescendo. Falta pouco para seus 7 anos, e está dando adeus à primeira fase da infância.
Já no último Natal, eu percebi que a dúvida estava começando a se instalar na sua cabecinha. Mais de uma vez, ao ver o Papai Noel de alguma loja, ela perguntava, porém afirmando: é, vovó, esse não é o Papai Noel de verdade.
E agora, tudo se esclareceu de uma só vez.
Mas o fim das fantasias, não alterou, em nada, a magia da nossa comemoração da Páscoa.
Páscoa é ressureição, é renovação de esperança.
Páscoa é alegria. É celebração da vida.



E foi com um almoço maravilhoso em família, organizado e produzido pelo Diego e pela Priscila, que celebramos a Páscoa.
Com muita alegria, e mantendo a busca de ovinhos, escondidos pelas “falsas coelhinhas”, Pri e Helô.

As patinhas que levavam aos esconderijos.
Aqui eram colocados os ovinhos.

Esconderijo premiado.
Escondemos e elas acharam.

Luiza e Isadora. Páscoa Feliz!