sábado, 15 de janeiro de 2011

Lembranças



Durante grande parte da minha vida profissional, Itanhaém foi, para mim, um refúgio de paz e relaxamento.
Depois de uma semana de trabalho, vinham os dias gostosos em família, com comida caseira e muita tranquilidade.
No final das 6ªs feiras, passava pela casa da minha mãe, que já estava me esperando com sua malinha, e seguíamos para nosso fim de semana em Itanhaém, onde o Berto nos aguardava.
Na manhã das 2ªs feiras, voltávamos para Santos e para nossa rotina da semana.
Era quase que um ritual, seguido religiosamente por vários anos.
Muita tranquilidade, dentro de casa e na sua gostosa varanda, simplesmente olhando para o mar. Passeios na praia, idas à Igreja Matriz (minha mãe não perdia sua missa dominical), passeios pelas redondezas.
Muitos dos feriados, e temporadas de férias, também foram passados em Itanhaém. Assim como o Natal, quando reuníamos toda a família durante o almoço.
Nos últimos anos, esse ritual deixou de ser seguido. Acho que a partir dos 89 ou 90 anos de minha mãe. Muita idade, probleminhas de saúde. Com isso, nossas viagens em parceria, terminaram. E eu, pouquíssimas vezes, retornei.
Mas agora, estou aqui .
Vim para meu refúgio, na tentativa de resolver um forte estresse. Vim, e lembro de minha mãe a todo instante. Seu quarto, sua cama, seu lugar na mesa, a cadeira de balanço, que usava para ler ou assistir televisão.
Lembranças boas. Muitas lembranças. E saudades. Muitas saudades.
Mas, também, a alegria de perceber quão maravilhosa foi a oportunidade que tive de uma convivência tão próxima com aquela que agora partiu.


14 comentários:

  1. Olá Helô!
    Uma de suas tantas qualidades deve ser a serenidade! Voce consegue transmitir a saudade que sente com paz. Deus te anemçoe!
    Bjs e bom descanso,

    ResponderExcluir
  2. lINDAS E DOCES SAUDADES,hELOISA.oBRIGADO PELO CARINHO...aCABO DE CHEGAR NA PRAIA ONDE FICAREMOS ATÉ FEVEREIRO...sEMPRE QUE DER PASSO AQUI.BEIJOS,CHICA

    ResponderExcluir
  3. OI HELOÍSA LINDAS PALAVRAS SAUDADES DE UMA PESSOA TÃO QUERIDA, FEZ MUITO BEM EM IR A UM LUGAR ASSIM CHEIO DE BOAS LEMBRANÇAS É UMA FORMA DE ESTAR PERTO DA SUA MÃEZINHA!
    BEIJO

    ResponderExcluir
  4. Heloísa, nesses momentos tão próximos ainda ao acontecido, tudo é doloroso.
    Os lugares, as músicas, objetos, pessoas, programas, tudo nos lembra quem se foi.
    Que bom para sua Mãe estar sendo lembrada com carinho e saudade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. As lembranças fazem bem a nossa alma.

    Abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  6. Helo , já morei em Itanhaém, adoro lá porque quase não há prédios, os poucos são bem pequenos, nada de arranha-céus...isso confere a cidade um clima mais aconchegante...Espero que voce se revigore nessa estadia. Fique bem! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Heloísa, espero que en ese bonito rincón de Itanhaém encuentres la paz y seguro que en ese refugio tan delicioso, que además tiene tantos recuerdos para ti, vencerás al estrés.
    Un beso fuerte

    ResponderExcluir
  8. Oi Helô
    Que Itanhaém te traga todo o descanso, tranquilidade e conforto que vc precisa.
    Um beijo grande
    Pati

    ResponderExcluir
  9. Oi, querida, amiga,

    Daqui para a frente muitas coisas evocarão a sua mãe e os muitos acontecimentos que vocês vivenciaram. Percebe-se, que no seu caso, as recordações são boas, logo, são também fontes de revigoramento e saudades. Quanto ao resto, não se deixe abater, tudo há de entrar nos eixos.

    Um beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Esse tb é meu refúgio sempre que posso. Espero que esses dias lhe tragam paz.

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Nossa, amiga Helô, imagino o que é isso!
    Mas, espero que você, aos pouquinhos, tenha somente lembranças doces e alegres para que a dor passe logo.
    Relaxe por aí, ponha os pés nas águas, caminhe muito, veja pôr de sol, escute musica suave, faça uma espécie de meditação para fazer renascer novas células em seu corpo.
    Se eu pudesse iria até aí visitá-la e papear.
    um grande abraço carioca

    ResponderExcluir
  12. Heloísa, aproveite bem esse seu refúgio. Pelas fotos dá para ver que é um lugar muito bonito, e se está carregado de boas memórias, melhor ainda. Espero que esse stresse vá embora logo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Foi realmente um presente a oportunidade de conviver tanto e tão pertinho da vovó. E é um presente as boas lembranças dela, e o lindo exemplo de vida que fica.
    beijos,
    Pri

    ResponderExcluir
  14. Crie a nova lembrança na cabeça da netinha.
    leve-a com vc e faça longas caminhadas na areia para ver o que o mar nos trouxe.(alem de garrafas pet de guaraná, sacos plasticos e siris mortos) huahauhauaha

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.