quarta-feira, 13 de abril de 2011

Calor e vinho



Ninguém me disse que em Mendoza, na Argentina, faz calor. Calor. Muito calor.

Antes de embarcar fiz algumas pesquisas sobre o local, principalmente em blogs de viagens. Todos falavam bastante sobre vinhos, sem qualquer informação sobre o clima, quente e extremamente seco.

Nós, que estamos acostumados com um clima muito úmido, sentimos bastante os efeitos da secura excessiva.

O curioso é que, mesmo com esse clima “de deserto”, Mendoza é muito arborizada, com muitas ruas repletas de plátanos, e outras árvores altas, formando arcos tal como vi na Provence. Isso é possível graças a um sistema de irrigação muito interessante, formado por canaletas que existem em diversas ruas e por onde corre água de degelo.







Como quase não chove, os restaurantes e cafeterias têm muitas mesas ao ar livre, o que dá, à cidade, um ar de festa.




Achei Mendoza um lugar muito simpático e “hermoso”, com turismo muito forte, voltado quase que unicamente para as vinícolas.

São muitas as degustações de vinho, e entrando no clima local fomos a duas vinícolas. Na primeira, soubemos pelo rapaz que nos atendeu que ali se fabrica o melhor vinho tinto do mundo. Não quisemos participar da degustação porque estávamos com reserva para almoço, em outra vinícola. Seria impossível degustar os vinhos da primeira e, em seguida, tomar os vinhos servidos no almoço, da segunda.

Mas fiquei com pena de não ter dado nem um golinho nos “melhores” vinhos do mundo. São vinhos produzidos para exportação, e que só são vendidos na própria bodega. Os preços são fantásticos, o que me leva a acreditar na excelência do produto. Com certeza, perdi a oportunidade de prová-los e, ainda por cima, gastando somente o preço da degustação: 30 pesos (R$15,00).

O almoço foi numa bodega com visual lindo. Nossa mesa estava num terraço de frente para um jardim enorme, ao lado de videiras, e tendo à frente a majestosa cordilheira dos Andes.













A cordilheira pode ser vista de vários pontos de Mendoza. Tem muitos picos nevados, e é uma moldura maravilhosa para qualquer paisagem.

O almoço, na bodega, foi um capítulo a parte, ficando para outra ocasião.

Uma coisa é certa. Mendoza parece ser o lugar ideal para os enólogos de carteirinha.




13 comentários:

  1. Que delícia de passeio, Helo!
    Fiquei com muita vontade de conhecer ...
    Bus,

    ResponderExcluir
  2. Querida,
    Você voltou à Argentina, que delícia!
    Não conheço Mendoza, mas pelas fotos e o que descreve, deve ser linda demais essa cidade.
    Estou pensando em retornar este ano ainda à Argentina, adoro isto por aí.
    Divirtam-se bastante!
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  3. Que lindo lugar esse e aproveita bem por aí!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Oi, Helô,

    As imagens são lindas e o passeio deve ter sido muito interessante!

    Um beijo e, desde já, bom fim de semana, querida!

    ResponderExcluir
  5. Que gostosinho e o post e a viagem. E nao perca mais oportunidades de experimentar o novo!!! Inclusive beber em dobro - no aperitivo e no almoço!.
    beijos,
    Pri

    ResponderExcluir
  6. Ah Helo, eu não sou enóloga mas, degustadora exímia...KKKKK!!!
    Fiquei super interessada em ir a Mendonza depois de seu relato...quem sabe nas próximas férias?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. No sabía que esa parte de Argentina fuera tan bonita, realmente la vista desde el restaurante es preciosa, espero noos expliques vuestra comida.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  8. Com certeza foi uma viagem maravilhosa, apesar do calor.
    As fotos são lindas!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Adorei o post e as fotos!
    Ueba!! Divirtam-se!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Vovó Helô! Tudo bem?

    Meu nome é Carolina e eu escrevo para o Portal Bom de Humor, da Natura. Esta semana, fiz uma matéria sobre vovós que blogam e gostaria de dizer que citei o seu blog nela.

    http://www.bomdehumor.com.br/materia/3180-Vovos_que_cozinham_bordam_eblogam.htm

    Espero que goste! :)
    Carolina

    ResponderExcluir
  11. Que lugar lindo,Helô!Mesmo que pareça abafado pela sua descrição,não tendo chuva tá no lucro...

    bjos meus

    ResponderExcluir
  12. OI Helô,
    Eu adoro verde. As arvores em meio a cidade,o contraste delas com as construções, acho um charme, e Mendonza tem esse ar aconchegante.
    Obrigada por dividir as fotos e as dicas conosco. bjuss

    ResponderExcluir
  13. Oi Helô
    Quanto tempo não vinha aqui. Saudades.
    E você para variar passeando. Que belo este a Mendoza.
    Lindas as fotos.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.