domingo, 31 de agosto de 2014

Estação de águas




Quando criança, eu ouvia falar das "Estações de Águas", como lugares muito procurados por pessoas mais velhas. Lembro que minha vó Olga, de vez em quando, tinha uma temporada de águas acompanhada por seu irmão Augusto e sua cunhada Lilica. O lugar preferido parece que era Águas de Lindoia. Lugar tranquilo, boas fontes de água mineral, balneário com ótimas instalações.
E as águas traziam bons resultados para os achaques que chegavam com a idade.
Em minhas andanças de lazer, já conheci algumas Estações de Água, mas nunca as procurei com o intuito de aproveitar as "milagrosas" águas. Sempre foi para conhecer o lugar, que normalmente é agradável e tem bons hotéis.
Quando se viaja com crianças, uma cidade dessas é uma boa alternativa.
A primeira em que me hospedei foi Águas de São Pedro, com meu filhos ainda pequenos. Não lembro de ter ido atrás de água da fonte, nem de ter usado o balneário, para qualquer procedimento.
Corrijo. A primeira que conheci foi Poços de Caldas, com suas famosas águas sulfurosas. Eu era bem jovem e fui para lá, não por conta dos seus benefícios, mas pela fama do seu carnaval.
E, depois, vieram outras. Águas de Lindoia, Caxambu, São Lourenço, Águas da Prata ...
Tomava um copinho ou outro da água, e pronto.
Mas, agora, parece que chegou minha hora de participar de uma verdadeira Estação de Águas, e confiante de sair daqui mais saudável do que cheguei.
Em dois dias, já tomei bastante água e iniciei o ritual dos banhos.
E tudo isso em Termas de Ibirá, no Estado de São Paulo, que até pouco tempo eu desconhecia por completo.
A qualidade de suas águas parece ser fantástica. Elas contêm o mineral vanádio e, no mundo inteiro, há pouquíssimas fontes dessa água.


Fotos tiradas no Balneário Municipal. Consta que os indígenas da região curavam seus males com as águas vanádicas.

Como estávamos querendo fazer uma viagem pequena, para um lugar que não fosse muito distante, ao ouvirmos as "maravilhas" da água de Termas de Ibirá, resolvemos conferir.
A cidade é bem pequena, simpática, mas muito quente. Tranquila. tranquila.
O roteiro é simples: alguns poucos passeios, muitos copos d'água, banhos de imersão, de hidromassagem, e alongamentos.
Trouxe um livro grande e, para combinar com o "espírito" das estações de água, trouxe meu crochê.

Acredito que, com as inúmeras indicações terapêuticas das águas vanádicas, e levando os procedimentos a sério, alguns dos meus pequenos "achaques" hão de obter melhoria.
E eu, com o Berto, estaremos passando uns dias prá lá de calmos.
Afinal, chegou minha hora de aproveitar as "Estações de Águas".
Contudo, isso não quer dizer que deixarei de lado as outras viagens, movimentadas, ou não, por esse mundo afora.


6 comentários:

  1. Heloísa, também nunca fui, mas minha irmã adora, desde novinha, minha sobrinha igualmente. Vão aqui em SC. Eu fui numa uma vez, mas só usei como hotel também!

    Tenho certeza que vais gostar e fará bem, pelo menos um descanso diferente. Deve ter lugar pra caminhadas, etc. Bom proveito e toma umas aguinhas por mim,rs bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica,
      Em Santa Catarina já estive em Caldas da Imperatriz, no Plaza Hotel. Mas não lembro se lá havia tratamentos termais. Bjs.

      Excluir
  2. Oi mãe, que bom o acesso a águas do gênero. Traz uma garrafinha! E uma boa ideia mesmo intercalar as aventuras! beijos e aproveitem

    ResponderExcluir
  3. Minha avó Pilar também vai "tomar as águas" e, aparentemente, fez muito bem. Eu sempre digo que um dia eu vou ir a um spa, mas nunca encontrar o tempo. Estou feliz por você ter feito bem. Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Nunca visitei nenhuma dessas, nem as mineiras, tão famosas, Heloísa. Sou mesmo muito devagar! Gosto de ler sobre seus passeios, sempre aprendo com eles.
    Uma boa estada e bons resultados de melhora no que precisar. Acredito muito no poder das águas.
    Beijo.






    ResponderExcluir
  5. Oi, Helô,

    Nossa, agora que me dei conta de quanto andei afastada da blogosfera, por conta das gripes na família, rsrs. Eu também ainda não fui às estações das águas visando os benefícios das mesmas para a saúde, rsrs. Aqui perto, em Goiás, eu já visitei a cidade de Caldas Novas, que é conhecida mundialmente por ter a maior estância hidrotermal do mundo. Temos ido lá só para descansar e relaxar, mas eu também já estava pensando em tirar mais proveito das águas do lugar, rsrs.

    Um beijo e ótima semana

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.