segunda-feira, 15 de junho de 2009

Domingo em São Paulo - Liberdade


Turismo em São Paulo é muito bom, principalmente nos fins de semana e feriados quando o trânsito melhora bastante, e a gente quase se sente dona da rua.
São Paulo é um mundo, e acho que tem programas que agradam a todos : museus, teatros, concertos, cinemas, shows, exposições, feiras de antiguidades, feiras de arte, mega-livrarias, shoppings, parques, cafeterias, restaurantes de todos os tipos, e muito mais. Sem falar, também, nas ruas de comércio especializado, que acabam se transformando em atrações.
Adoro fazer programas em São Paulo, sem contar que lá também encontro com minha filha e neta, o que acaba deixando a programação absolutamente completa. Aqui, numa cafeteria de shopping, descobrimos com surpresa, que estávamos, as três, com a cor cinza.

Entre as feirinhas, há uma deliciosa: a do bairro da Liberdade, e lá estivemos num desses últimos domingos.

 

O bairro da Liberdade, inicialmente, era um bairro marcado pela presença única de japoneses. Com o tempo, passou também a abrigar chineses e coreanos. Seus postes com lanternas típicas, as lojas, os restaurantes, seus letreiros, tudo nos remete à cultura oriental.  As barraquinhas têm artesanatos interessantes, as lojas têm diversos objetos, "quinquilharias" e louças para casa, assim como ingredientes, frutas e verduras típicas. Nas ruas há estátuas vivas, que sempre encantam, muita alegria, enfim, é um passeio muito bom, para as manhãs de domingo. Terminamos o nosso, com um almoço delicioso num restaurante japonês. 
Agora, vou planejar uma volta ao bairro para o domingo em que acontece o colorido e alegre Festival das Estrelas (Tanabata Matsuri): para poder colocar um pedido num "tankazu", pendurá-lo em um dos bambus que estará enfeitando as ruas, e aguardar que meu sonho se realize.
  

Foto do portal, tirei daqui


19 comentários:

  1. Helô,

    eu amo a Liberdade, tem umas lojas ótimas para comprar porcelanas japonesas e cada restaurante maravilhoso. Ver tuas fotos me dá uma saudade de São Paulo...

    Bj,

    C.

    ResponderExcluir
  2. Que delícia, Heloisa! Justamente, estou planejando uma semaninha em São Paulo com meus filhos no final de julho. Vamos ao Hopi Hari (não podia deixar de ser), mas também à Sala São Paulo, à Pinacoteca, ao Museu do Fubebol, à Liberdade (boa lembrança, a sua) e à Galeria do Rock.
    No começo, eles torceram o nariz, mas agora estão animados.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Heloísa querida,

    Ainda quero fazer um passeio descompromissado, na Liberdade, com meus amores... vou quase todos os dias ao Foro João Mendes, e sempre que posso, dou uma voltinha pela Liberdade... mas passear com a família tem um gostinho todo especial, com certeza. Tantas banquinhas maravilhosas para comprar quitutes (temperos, essas coisinhas), o Mercado Towa, as lojas maravilhosas de louça baratinha e cada restaurante gostoso... aiaiaiai, ainda convenço o Marcelo que um passeio até lá nao é um programa de índio!!
    Vcs 3 estão lindas de cinza... adorei as fotos e o post.
    Beijo grande,

    Mari

    ResponderExcluir
  4. Ai, que eu amo esta cidade!
    Passeei por ali na Liberdade neste domingo gostoso e meio friozinho, comprei coisinhas, almocei por lá, vi estas lindas estátuas humanas, uma delas, inclusive se aprontando ainda, de anjo e vi esta linda árvore cor de rosa que fotografei até.
    Nossos posts estão se complementando, então vou fazer um adendo lá no blog para que venham ver o seu pedacinho aqui também.
    Ahhhhh, sem esquecer de dizer que as três mocinhas estão muito lindas e chics de cinza.
    Beijos cariocas

    ResponderExcluir
  5. heloisa, há anos nao vou a Sao Paulo.

    Terra da garoa, tenho parentes que moram em S.P. Gosto demais dai desse cantinho apesar de cer carioca, rs.

    Bairro da Liberdade tem tantas histórias, tantas coisas para se visitar.

    Uma linda semana pra você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Lindas de cinza, é uma das minhas cores favoritas. Adoro esses vossos bairros típicos onde se pode encontrar de tudo :)

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que em São Paulo existia esse bairro tão oriental. Deve ser bem interessante.

    Um dia destes vou passear por lá... e depois convido-a para um café, e a essas duas meninas lindas que estão aí consigo :)

    será que algum dia isso irá acontecer?

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá amiga.
    Que filha e neta tão lindas têm a quem sair á avó.
    Nessa foto estão 3 gerações e todas de cinzento, parabéns amiga tem uma familia linda.
    Beijinhos e boa semana

    ResponderExcluir
  9. Claudia,
    É um lugar muito simpático, mesmo. Quem sabe logo você poderá matar as saudades.

    Valéria,
    Acho que vocês vão adorar os dias em São Paulo. Há muita coisa para fazer. É só programar bem. A Sala São Paulo é um templo de boa música, mas os ingressos precisam se comprados com muita antecedência. Tem uma feira ótima na Praça Benedito Calixto, em Pinheiros. Ao lado das antiguidades, tem uma parte com várias barracas de comes e com música ao vivo.

    Mari,
    O passeio é muito bom. Acho que você conseguirá convencer o Marcelo.

    Beth,
    Que coincidência, não? Até a mesma árvore chamou nossa atenção! Obrigada pelo elogio às três mocinhas.

    Georgia,
    São Paulo já não tem tanta garoa como antes. Mas tem um friozinho bom.

    Ameixa,
    Obrigada pelo elogio.

    Cláudia M.
    No bairro da Liberdade há um número muito grande de japoneses. E São Paulo, do mundo todo, logicamente fora o Japão, é a cidade onde se encontram mais japoneses.
    Vou ter um enorme prazer se pudermos realizar a segunda parte do seu comentário.

    Gabriela,
    Boa semana para você, também.

    Beijos para todas.

    ResponderExcluir
  10. Da última vez que estive em S. Paulo foi uma visita muito rápida. Minha filha tinha uma entrevista lá, mas terminado o compromisso, fomos passear. Visitamos alguns museus, mas gostaria de ir ao bairro da Liberdade.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Ai vovó, que gostoso esse passeio. Já faz um tempo que estou programando passear assim, descompromissadmente por São Paulo, mas nunca consigo!
    Estão lindas as mocinhas na foto!
    Um beijão pras três.

    ResponderExcluir
  12. Gina,
    Quando puder, venha com tempo. Quem sabe você encontra, para seus quitutes, alguma inspiração nos mercadinhos da Liberdade.

    Angélica,
    Quanto tempo! Gostei da visita. Marque um domingo para um passeio pela Liberdade. Se a gente não marca, acaba se enrolando com outras coisas e não consegue sair.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Deve ter sido um passeio maravilhoso, principalmente pela companhia né. Estão lindas nas fotos. Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga,
    conheci a Liberdade e também adorei!Visitei o bairro pela primeira vez em Março deste ano, e senti que deveria ter conhecido há mais tempo! suas fotos estão ótimas!!!
    ~Bjs

    ResponderExcluir
  15. Lindo o trio de cinza!!
    Ai que saudadinha que me deu de Sampa! Eu AMO esta cidade!
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Danny,
    Foi um passeio muito gostoso, mesmo. E você viu a coincidência? Só na hora do café ´que percebemos que estávamos de cor igual.

    Sonica,
    Acho que é em julho que acontece o Festival das Estrelas. Vale a pena você voltar.

    Pati,
    Apesar de todo o stress da cidade, São Paulo desperta amores de verdade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Heloísa,
    como você, adoro passear pelo centro de São Paulo nos domingos e feriados. Tanta coisa interessante para se ver!... Acho que com esses passeios, você e a Priscila estão ensinando a Isadora a amar e se orgulhar da cidade onde nasceu e mora. Parabéns
    Cecília

    ResponderExcluir
  18. Heloísa, São Paulo deve ser uma cidade muito interessante, mesmo. Com muita diversidade cultural, né? Adorei as fotos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi He´loísa, nossa amei seu auto astral. Parabéns. Eu amo a Cidade de São Paulo tbm. realmente em matéria de diversão é uma cidade completa.
    Lindas as fotos, a filhota e a neta.
    beijo e nos visite.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.