quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Despedida




Sentimentos e emoções me envolvem inteiramente.
Caminhando pela alameda do cemitério, num cortejo familiar, lembrei da primeira grande viagem que minha mãe fez, logo após sua viuvez.
Nós, seus filhos, achamos que a viagem seria muito boa para ela, e fomos todos, mais ou menos em cortejo, acompanhá-la para as despedidas no aeroporto.
Hoje, repetimos nossos passos em conjunto, num acompanhamento silencioso, para nossas últimas despedidas.
Não pude deixar de lembrar e comparar. Alegria, e tristeza. Muita festa, muitas lágrimas.
Após uma trajetória de vida maravilhosa, de fé e luta, deixando espalhadas em seus 9 filhos, 26 netos e 33 bisnetos, sementes de coragem, generosidade, alegria, amor, minha mãe partiu aos 96 anos e 11 meses de idade.
Missão totalmente cumprida.
Só me resta agradecer por nossa convivência durante tantos anos, por sua luz, por seus exemplos, por sua vida. E lembrar, lembrar muito, com muita saudade.


Acima, com os filhos, na festa dos seus 90 anos.

Filhos, genros, noras, muitos dos netos e bisnetos.

Cantando, com sua voz maravilhosa, a modinha "Quem sabe ?", de Carlos Gomes.


41 comentários:

  1. Sinto muito, Heloísa.
    Que vos fique o consolo de que a vida da sua Mãe foi uma lição cheia de boas sementes para todos os seus descendentes. Tal como você disse, a sua missão foi totalmente cumprida, e tão bem cumprida!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Heloísa, o que dizer nesse momento querida, as palavras não saem...
    Sua mãe viveu seus 96 anos rodeada de muito amor e carinho, podemos sentir isso pelas fotos.
    Que Deus console o seu coração e de sua família e que fique apenas lembranças dos momentos maravilhosos que passaram juntas.
    Bjus no seu coração...

    ResponderExcluir
  3. Oi, Helo,
    em visita ao seu blog, vejo que sua mãezinha acaba de falecer.
    Meus sinceros pêsames e que Deus conforte seus corações.
    Transmita, por favor, ao Sérgio, os mesmos votos.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  4. Eu sinto muito Helo pela sua perda, sei o que você está sentindo, pois tive uma perda lastimável o ano passado. Minha querida e doce vó Orides, ele nos deixou...agora só restão as lembranças de coisas boas que vivemos e todos as coisas q aprendemos com aquela grande mulher. Como foi sua mãe. Tudo de bom para vc e sua familia. Abraço!!!

    ResponderExcluir
  5. Meus sentimentos,Heloisa. Mas ela certamente cumpriu sua missão por aqui. Quase 97 anos, puxa!
    Fica a saudade e lembranças são inevitáveis... Fiquem bem!beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. QUERIDA HELOÍSA
    SEI QUE NESSE MOMENTO AS PALAVRAS SÃO VAZIAS,MAS DEIXO AQUI MEU ABRAÇO FORTE PARA TE DAR ALGUM ALENTO,LEMBRE-SE DAS COISAS MARAVILHOSAS QUE VIVERAM JUNTAS!
    FICA BEM!
    BEIJO

    ResponderExcluir
  7. Linda senhora com uma alma linda tambem. Nove filhos, ntos bisnetos e tataranetos.
    Que ela repouse em paz e aceite os meus sinceros pesames pra voce e toda sua familia.
    Infelizmente nossas maezinhas se vao um dia, deixando saudades.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Boa cepa, carissima prima, boa cepa! Para voce, hoje e sempre, meus melhores pensamentos. Bj. Regina.

    ResponderExcluir
  9. Sinto muito mesmo, querida amiga!
    Sua mãe fez uma linda trajetória nesta terra e deixou frutos maravilhosos para perpetuarem seu nome e espírito.
    Que ele viva sempre nos corações de seus filhos!
    Meus sinceros pêsames e aceite um abraço apertado da amiga
    Beth Q.

    ResponderExcluir
  10. Helô, o que dizer numa hora dessas... paz e muita luz.
    E que ela, tendo vivido plenamente sua vida, com fé, força e sabedoria encerre mais este capítulo do seu viver de forma honrosa.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  11. Sinto muito, Heloísa...
    Linda trajetória de vida de sua mãe, com certeza viveu intensamente...

    Bjks

    ResponderExcluir
  12. Querida fiz também esse triste cortejo de despedida. Minha mãe se foi com apenas 42 anos e eu só tinha um irmão adolescente que nem se deu conta do fato. Mas que linda história de vida de sua mãe. Minha avó, mãe de minha mãe, completa hoje 92 anos. Está lúcida apesar do corpo paralisado. Acho que as lembranças que vcs terão da sua mãe serã sempre as melhores. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Heloísa, sinto tanto!
    Que ela esteja em paz.
    E você, como boa filha que foi, que a serenidade do dever cumprido aplaque sua dor.
    Meu beijo, com muito carinho.

    ResponderExcluir
  14. Sinto muito Helô.
    Um dia isto teria que acontecer e as lembranças que vocês terão dela são de uma mulher que cumpriu sua missão, como você mesma disse.
    Que ela esteja em paz e que este amor, união e carinho que ela sempre distribuiu por toda sua descendência os console dessa perda.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  15. Meus sentimentos, Heloisa... sinto muito, mesmo...
    Mas saiba que ela foi muito feliz em vida, com certeza. E ela devia ter muito orgulho de vcs, filhos maravilhosos que ela criou. Ela partiu em paz, cumpriu tão bem o seu papel, fez uma linda família. E ela nunca morreu, nunca morrerá, estará sempre viva dentro de cada um de vocês.

    um abraço bem forte em vc!

    ResponderExcluir
  16. Meus sentimentos Helô. O tempo tira a tristeza e o sentimento da vida plena que ela teve supre muitas coisas.

    ResponderExcluir
  17. Meus sentimentos Helô, sinta-se abraçada neste momento, mesmo sabendo que a pessoa está velhinha e que será um descanso a gente nunca quer que a pessoa se vá né.
    Que Jesus a receba em seus braços lá no céu e que ela descanse em paz.
    Um beijo pra vc e já desejo um 2011 abençoado!

    ResponderExcluir
  18. Helô minha querida,
    receba nosso abraço apertado cheio de carinho.
    Adriana, Márcio, João Gabriel.

    ResponderExcluir
  19. Helô,
    Acredito que as sementes tão bem plantadas estarão sempre presentes. Viver quase 97 anos é um privilégio para poucos.
    O post com a família é uma bela forma de homenagear alguém que foi e continua sendo muito importante para todos.
    Fique na paz!

    ResponderExcluir
  20. Helô, querida,

    Serei sincera: não sei o que dizer agora, como também não soube quando o meu marido perdeu recentemente a avó, mãe da minha sogra. Isto porque, à semelhança da sua mãe, ela foi uma mulher que soube fazer a diferença na vida de tantos quantos tiveram a sorte de conviver ou mesmo cruzar com ela.
    Nessas situações a gente fica condoída por causa da partida da pessoa e orgulhosa e grata pelos feitos dela, não é verdade?
    A sua mãe foi uma bela mulher e olhando as fotos dela me ocorreu - não sei por que - vê-la personificar a personagem do poema do Manuel Bandeira, dizendo a São Pedro, à entrada do céu: "Licença, meu Senhor", e São Pedro Bonachão: "Entra, mulher, você não precisa pedir licença".

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  21. Tia,

    você só esqueceu de mencionar uma coisa:

    A Vó foi em paz após saber que a família passou o Natal reunida.

    Sua ausência foi sentida por todos que nunca tiveram um natal sem sua presença comandando a festa. Mas tenho certeza que sua presença foi também sentida. Pois afinal Natal em família representa estar junto da vó, mesmo que seja perto dos nossos corações e longe dos nossos olhos.

    Desde já quero propor que iniciemos a pensar no Natal 2011.

    Beijo,

    Dodô

    ResponderExcluir
  22. Heloísa, sinto muito a sua perda. Agora fica a saudade e as boas memórias de uma vida cheia que marcou todos com quem conviveu.
    Um abraço forte.

    ResponderExcluir
  23. Helo,
    Não tenho a pretensão de lhe dirigir palavras sábias pois sabes da vida e dos percalços muito mais do que eu.
    Ainda sim, deixo aqui meu abraço e meus sinceros sentimentos pela sua perda. Sinto muitíssimo.

    ResponderExcluir
  24. Sinto muito por sua perda, mas pelo jeito carinhoso como fala, ela cumpriu com sua carreira.
    Espero que você fique bem.
    Ale

    ResponderExcluir
  25. Deixo meus sentimentos...
    e um forte abraço na alma.


    abraços

    ResponderExcluir
  26. Helô, meus sentimentos.
    E forças para você e a sua família.
    bjuss

    ResponderExcluir
  27. QUERIDA HELOÍSA SEI QUE ESTÁ NUM MOMENTO DE MUITA REFLEXÃO E TRISTEZA,MAS Ñ PODERIA DEIXAR DE VIR DESEJAR UM ANO NOVO FELIZ, AOS POUCOS VC VAI RECONSTRUIR SEUS SENTIMENTOS,DAR UMA LEVEZA A ESSA DOR MEDONHA!
    FICA BEM
    BEIJO

    ResponderExcluir
  28. Meus sentimentos Heloísa.

    Mas que família linda ela formou e com certeza só terão boas lembranças dela.

    beijos

    ResponderExcluir
  29. Siento mucho Heloisa la perdida de tu madre. Pero ella seguro ahora está tranquila y feliz viendo desde el cielo a su bonita y extensa familia. Recibe todo mi cariño y un beso grande

    ResponderExcluir
  30. Helo
    Meus sentimentos pela passagem da mamãe - E que vida plena!
    Desejo a voce e a sua linda familia um ano de paz e que continuem unidos seguindo com suas vidas com a mesma determinação, coragem, amor e alegria que sua mãe ensinou.
    Bjs
    yvone

    ResponderExcluir
  31. Helô
    Sinto muito e estou aqui rezando por sua mãe e sua familia, para que Deus lhes dê paz.
    Um post lindo este seu, com um amor de filha maravilhoso.
    Um beijo grande para vc
    Pati

    ResponderExcluir
  32. Helô,
    Muita força nessa hora!
    Tão fofa sua mãe...
    Assim como você!
    Meus sentimentos e
    beijinhos,
    Dani

    ResponderExcluir
  33. Cara Heloisa.

    Chegando hoje de viagem, soube da morte de D. Norma. Não deu para comparecer nem mesmo à missa de ontem, mas quero enviar, a você e toda a sua família, os meus sinceros pêsames pela grande perda! Desejo que tão exemplar pessoa, como foi sua querida mãe, esteja em paz irradiando o mesmo a todos vocês.
    Beijo da amiga,
    Arlette.

    ResponderExcluir
  34. Olá Heloisa,
    O seu texto é de uma sensibilidade ímpar. Me emocionou. É verdade, a vida é uma caminhada e a de sua mãe, foi uma linda caminhada com grandes frutos! Que bom que reconhece o tempo das coisas... que bom que soube aproveitar o tempo das pessoas com sabedoria também!
    “Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas – que já têm a forma do nosso corpo – e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado para sempre, à margem de nós mesmos.” – Fernando Pessoa
    Um beijo,
    Ana Luiza

    ResponderExcluir
  35. Paz, muita paz.Pense sempre que ela cumpriu com masestria toda a responsabilidade que Deus nosso Senhor deu para ela executar.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  36. OI, Heloísa
    Passo,com calma,pra desejar-lhe um Novo Ano cheio de paz e prosperidade em todos os sentidos...
    Cheguei ontem de viagem...
    Acabo de saber do falecimento da sua mãe... Deus abençoe e reconforte seus corações aí...
    Bjs de pesar

    ResponderExcluir
  37. Post e fotos lindas, Dona Norma deixará muitas e eternas saudades. Dos seus cuidados, da sua generosidade, da sua sempre carinhosa atenção. Eu já disse: "mães não deveriam morrer nunca"! E ela foi, como avó, minha incrível segunda mãe. Agora é seguir com os grandes exemplos que ela nos deixou, tentando copiar o que as nossas limitações permitem.
    Beijos, coragem!
    Pri

    ResponderExcluir
  38. Olá Hehoísa!! Meus mais sinceros sentimentos pela perda de sua amada Mãe.
    Só ontém é que entrei no seu blog e fiquei sabendo!!!
    É muito triste, mas o que nos consola é saber que ela teve uma vida linda e deixou com seus exemplos, belas lições para a Família toda!
    Forte abraço!!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.