segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Sentido das rosas vermelhas





Quando completei 39 anos, há muito e muito tempo, recebi de surpresa uma visita na parte da tarde.
Junto com seus cumprimentos, Dª Helena, que havia mudado há pouco para Santos, trazia para mim um lindo buquê de rosas vermelhas. Fiquei encantada com a gentileza.
O tempo passou, perdemos o contato pessoal por anos e, de repente, esse fato voltou à minha lembrança.
E eu pensei: não posso deixar de retribuir a gentileza que recebi há tanto tempo.
No ano passado, quando resolvi descobrir a data do seu aniversário, ela já havia passado.
Nesse ano, fiquei atenta.
E no dia 27 de setembro, dia em que Dª Helena estava completando 89 anos, lá fui eu até sua casa carregando um buquê de rosas vermelhas.

Na floricultura.

Foi lindo!
Ela me disse que eu não imaginava como ela estava se sentindo feliz.


Então, eu lhe disse que há tempos ela também havia me feito feliz levando-me rosas vermelhas.
Ela não se lembrava de ter me levado as rosas, mas se recordava que eu havia sido muito gentil servindo-lhe docinhos bonitos e gostosos.
Falando ainda sobre sua alegria em receber as rosas vermelhas, ela me contou que era devota de Santa Terezinha, e que acabara de fazer uma novena para ela, com um pedido especial.
E o sinal de que seu pedido seria atendido deveria vir na forma de uma rosa, trazida por alguém, inesperadamente.
Quando ela me viu na porta, com as rosas vermelhas, me viu como uma mensageira de Santa Terezinha e também de sua filha Lu que, por não estar mais entre nós, não poderia comparecer ao seu aniversário.
E diante do fato totalmente inesperado, teve certeza de que seu pedido seria atendido.
Fiquei duplamente feliz: por ter conseguido retribur sua gentileza, e sobretudo por ter sido portadora da resposta de Santa Terezinha.


É incrível como gestos simples podem assumir significados inimagináveis.


16 comentários:

  1. Nooossa!Que emocionante isso!

    Como pode mesmo, coisas assim, APARENTEMENTE simples, terem tanto significado.

    Mas, na certa, nada é por acaso e o motivo que teres lembrado dela e das flores justo naquele dia, era a resposta da qual foste portadora.

    Muito lindo!!Adorei!

    beijos às duas,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Heloísa,
    Fiquei aqui arrepiada. Minha Santa Teresinha e a D. Helena (nome da minha mãe).
    Linda a sua lembrança e homenagem.
    Vocês estavam numa elegância só. Amei!!!
    Beijos mil

    ResponderExcluir
  3. ¡Que bonito detalle tuviste Heloisa! y que bonito el pensar en dar una alegría a una amiga anciana. Y en cuanto a la respuesta de Santa Teresita... pues mira en la vida hay cosas increibles, tal vez el milagro de Santa Teresita consistió en alegrar un dia en la vida de Doña Helena. Un beso fuerte

    ResponderExcluir
  4. Você disse tudo, Helô: " É incrível como gestos simples podem assumir significados inimagináveis".
    Parabéns pelo bonito gesto.
    Bj e boa semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  5. Que linda história, Helô... Deus realmente age sem que a gente sequer imagine como ele vai agir...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Esta me fez arrepiar, rsrs. Que estória mais linda, eu creio totalmente nos mistérios místicos e nos acontecimentos metafísicos. Para mim, a sua recordação de algo já distanciado no tempo, que teve, no entanto, força para te mover a presentar a amiga foi algo desse gênero, rsrs.
    Ah, você estava muito charmosa, "para variar", rsrs.

    Beijo e boa noite.

    ResponderExcluir
  7. Heloísa, dá certo assim, a novena para Santa terezinha. Se recebemos rosas (uma apenas, imagina muitas!)é porque nosso pedido será atendido.
    Arrepiante que você tenha levado as rosas. Iluminada.
    Deus abençoe a vocês duas.
    D.Helena é uma simpatia e olha ela, com os cabelinhos impecavelmente tintirados. Já eu...rsrs)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Que lindo!
    Isso também já me aconteceu... Uma resposta em forma de flores... e realmente, deu certo!
    Que sua amiga também seja abençoada!

    Saudades de vc! Está sempre linda!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Amei a historia! Imaginei o gesto, o dia, o sorriso. Uma vez tambem fiz a novena e recebi a rosa... e a graça. A pessoa também nem imaginava que era portadora do sinal.Beijos
    continue assim, atenciosa, gentil, elegante e meiga com todos!

    ResponderExcluir
  10. Muito comovente Helo! Lindommesmo! Obrigada por compartilhar, bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá, querida Helô
    Como é bom ser delicada e gentil com as amigas queridas!!!
    Sempre ganhamos com isso...
    Lindas rosas e post muito acolhedor e generoso em carinho!!!
    Bjs de paz e bem

    ResponderExcluir
  12. Que lindo, Heloisa!Duas mulheres delicadas. E assim se constroem os mundos. Beijoca. Regina

    ResponderExcluir
  13. Nossa Helô, que responsa hein!!!
    Achei lindo seu post, muito emocionante.
    Obrigada por seu comentário lá no meu blog viu, tenho certeza que vou conseguir ajudar minha pequena a superar esse complexo bobo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Heloisa, que legal uma vovó blogueira parabens pelo blog e pela iniciativa.

    Beijos Tati
    http://amigosdefraldas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Heloísa, vim ver se tinha post novo, reli meu comentário e me desculpo pelos erros.
    Onde se lê: "dá certo assim", leia: "dá certo, sim".
    "tintirados"=tinturados.
    Tudo bem por aí?
    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Helo isso foi muito elegante e carinhoso da sua parte. Posso imaginar a cara de felicidade da Dna.Helena.
    sensacional!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.