sábado, 1 de dezembro de 2012

Jornal e cansaço









A leitura dos jornais está me cansando. Acho que vou ter que acabar dando uma parada.
Esse hábito da leitura diária de jornais vem de longe, dos meus tempos de criança, e foi adquirido dentro de casa.
Começo o dia lendo dois jornais, logo após o café da manhã.
Nos anos de maior correria, com os filhos pequenos, ou quando saía cedo para trabalhar, a leitura era feita em outro horário. Mas o jornal estava sempre presente.
Agora não está dando.
O noticiário é o pior possível, a falta do revisor é percebida muitas vezes e a mídia, de um modo geral, está muito destrutiva.
Apresenta os fatos sem isenção, numa linha de desmonte. Desmonte das pessoas (que na sua ótica devem ser desmontadas), desmonte das instituições, desmonte das políticas (com as quais não concorda).
E julga com facilidade, como se tivesse preparo para isso. Julga e condena, com antecipação.
A informação, inúmeras vezes, é viciada na sua origem. E é tão repetida, que se transforma em “verdade”.
Ainda bem que no meio de tudo isso encontramos, muitas vezes, articulistas comprometidos com a ética e com a busca real da verdade. 
Mas é difícil.
Acho que vou ter, mesmo, que dar um tempo. Ou fazer uma leitura superficial, que não me irrite tanto, porque deixar um hábito tão arraigado não será fácil.


11 comentários:

  1. Tens razão,Heloísa! Os fatos que acontecem, por si só já nos enojam e quando apresentados de forma sensacionalista, pioram o quadro! E repetem repetem...Haja!!!

    Melhor ler livros e ver notícias na internet e pular de galho em galho,rsrs

    beijos,lindo fds e um DEZEMBRO cheio de luzes! chica

    ResponderExcluir
  2. Penso exatamente como você, Heloísa. O jornalismo está se perdendo em si mesmo. Tudo agora é temporário, os assuntos não se complementam, o que se noticia hoje não tem continuidade, o assunto não se esgora, não se esclarece e se passa pra outro. Também sinto falta se não leio, mas muitos dias limito-me ao caderno de cultura e só.
    Política, que era fascinante, virou apenas bandalheiraa. Falamos disso no FB, ontem mesmo, né?
    Estamos ao deus-dará, minha amiga.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Estoy completamente de acuerdo contigo. Yo hace años que llegue a esa conclusión. Antes leía dos periódicos cada día, y dos o tres más económicos relacionados con mi trabajo. Ahora, ya jubilada, leo por internet las agencias de noticias. No quiero que los periódicos opinen por mi, sólo quiero leer la noticia, ya juzgaré yo. Un beso

    ResponderExcluir
  4. Heloisa, cheguei aqui com o objetivo de agradecer-lhe pelo carinhoso comentário na passagem do meu (nosso) aniversário. É verdade: fazemos anos no mesmo dia. Sabe que não esqueci de você? Estava no litoral norte de SP e em certo momento pensei como você estaria... Quanto à postagem de hoje, lamentável né? Sabe que um jornal (sério) já trocou as letras do nome da empresa em que trabalho? E o nome só tem QUATRO letras, hein? Beijos, Paula

    ResponderExcluir
  5. Helô, querida, bom dia!

    Concordo com cada palavra deste texto! Assinamos jornais e revistas, mas os leio com má vontade, quando leio. Alguns sequer leio.
    O pior é que estou começando a achar que além da mídia "viciada", as pessoas também têm piorado. Será que estou enganada? Queira Deus que sim! rsrs. O fato é que é esta "piora" - digamos assim - da humanidade que engendra idéias malucas como a do fim do mundo no próximo dia 21, rsrs. Pensei até em escrever sobre isso no blog, pois aqui no Goiás, uma cidade chamada Alto Paraíso, na região da Chapada dos Veadeiros, está recebendo uma quantidade absurda de pessoas, que buscam se proteger de um cataclisma que estaria prestes a acontecer.
    Esta cidade é a mais alta do Planalto Central e por isso sempre foi visitada (e até habitada!) por místicos e pessoas ligadas a religiões.
    Há gente estudada "acampada" ou morando lá e dizendo coisas que chegam a impressionar. São pessoas que têm a convicção de que o mundo - como o conhecemos - vai ruir em breve e isso acontecerá através de acontecimentos apocalípticos, rsrs.
    São bobagens, mas sempre me inspiram reflexões, rsrs.

    Um beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Amei seus blogs!!!!
    Estou seguindo
    Pinturas da Lu
    Vou amar sua vst
    Bjossss

    ResponderExcluir
  7. Querida Heloísa,
    Estamos todos assistindo a esta transformação e formas superficiais e infames da mídia, aqui e até mesmo lá fora. Parece que não se faz mais jornalismo de verdade ultimamente.
    Quanto aos jornais impressos, já não assinamos há dois anos, preferimos o online, porque escolhemos o que queremos ler e o resto descartamos.
    Somente aos sábados é que compramos jornais e os lemos à noite ou no dia seguinte, mas procuro sempre as partes que vão me trazer coisas bonitas e notícias que deixam meu coração mais alegre, como a última que deixei lá no blog (veja lá).
    Na verdade, o povo está ficando cansado desta mídia que escreve mal, que tendencia para o terror ou baixaria e que transforma a vida da gente em saudosismo de um tempo onde dava prazer abrir um jornal e ler as colunas bem escritas por pessoas que honravam seus diplomas de jornalismo.
    um grande abraço, carioca


    ResponderExcluir
  8. Helô estou com você. Mantive esse costume por muitos anos...Mas depois da internet não vejo mais porque assinar jornais e nem revistas.
    Como disse a Beth "a vida da gente em saudosismo de um tempo onde dava prazer abrir um jornal e ler as colunas bem escritas por pessoas que honravam seus diplomas de jornalismo".
    Bjus yvone

    ResponderExcluir
  9. Voltei pra te dar um oizinho, agradecer e desejar tudo de bom!beijos,chica

    ResponderExcluir
  10. Oi Helô,
    Eu também tenho esse hábito, mas também cansada pelos mesmos motivos que você falou. Agora faço apenas uma leitura rápida,só para ficar por dentro.
    Uma pena. E eu, como jornalista, sinto muito a falta de um bom texto, um bom jornal, descomprometido.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  11. Llegue a tu misma conclusión hace tiempo y conseguí no comprar ni leer el periódico. Ahora sólo leo por Internet las noticias, pero de Agencia, no en periódicos que cada uno desgraciadamente las interpreta según su color político. Se acabó, que me den la noticia, que de la interpretación ya me ocupo yo. Un beso fuerte

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.