quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Dia de alegria






“De Jo a Nor”.
Dessa singela dedicatória, escrita num livro por meu pai (Joaquim) para minha mãe (Norma), quando noivos, surgiu o nome do meu irmão mais velho : Joanor.
Meu pai contava que, assim que nasceu seu primogênito, correu rapidamente para o cartório para fazer o registro. Com certeza não queria escutar opiniões contrárias à sua escolha.
Não tenho como avaliar a estranheza que nome tão diferente possa causar aos que o ouvem pela primeira vez. Nasci e cresci escutando-o. Todos nós o assimilamos muito bem. 
E esse nome único acabou por se duplicar: foi escolhido pelo titular, meu irmão, para batizar seu filho.
E hoje, o dono desse nome quase único, completa 80 anos. Sim, 80 anos. Puxando a fila dos oito irmãos.
Menino lindo, jovem garboso, avô charmoso.
Parabéns, Joanor.
Muita saúde, muitas alegrias, muito amor.

Meus pais, Joaquim e Norma, com os dois primeiros filhos:
 Joanor e Beto (José Gilberto), em 1935.
Joanor (à direita) e Beto.






10 comentários:

  1. Que foto linda dos irmãozinhos com os pais! Demais a história da dedicatória e do nome. Muito criativa e amorosa.
    beijos e parabéns ao tio Joanor!

    ResponderExcluir
  2. Helô, querida,

    Acabou que o nome nem ficou tão estranho assim, eu conheci um Joanir, que também deve ter herdado a combinação dos nomes paternos, rsrs. O Joanor é mesmo um senhor simpático, foi um menino lindo e jovem muito bonito. Parabéns a ele e votos de que a vida lhe proporcione muitas alegrias!

    Beijo e boa tarde.

    ResponderExcluir
  3. Lindas suas histórias familiares, adoro lê-las!
    Que foto emblemática esta de seus pais em 1935! Tenho guardadas de meu avô também nesta época, com sua prole e sua jovem mulher, minha avó.
    Realmente um nome não usual, mas cheio de personalidade, de carinho, nome carinhoso mesmo.
    Parabéns a este irmão tão querido, que ele faça muitas primaveras ainda pela vida e tenha sempre o abraço amoroso de todos vocês!
    Bonitões esta duplinha heim!
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
  4. Que lindo!!! Parabéns ao Joanor nesse dia, uma data tão importante. Lindas fotos! Adorei! beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante a história, Helô! Parabéns ao seu irmão!
    Bjs,

    ResponderExcluir
  6. Gostei de saber a história desse nome diferente (mas que já há em duplicado :))
    Susana

    ResponderExcluir
  7. Que menino lindo ele foi, um belo rapaz e um jovem vovê muito bacanão!
    O nome pode soar estranho, à primeira vista, mas não o achei feio. E o significado que carregou, a certeza de que seu pai queria perpetuar o amor entre ele e sua mãe, não só através do filho, mas também do nome dele. Achei lindo demais! Sua vida é rica em história familiar, Heloísa.
    Parabéns ao irmão, que ele tenha muita saúde e paz para viver a vida com alegria.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns ao seu irmão, que está muito bem, Helô. Família muito bonita!
    Bj e bom fim de semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  9. Ana Cecília (Aninha)domingo, 03 março, 2013

    Parabéns ao Tio Joanor...
    Para nós que ouvimos seu nome desde que nascemos não é estranho, é tão habitual e afetivo como qualquer nome de tio querido por todos como sempre foi. Atencioso, conversador e sempre preocupado com todos nós. Viva ainda por muitos anos!!! Aguardamos a festa de 90 anos.

    ResponderExcluir
  10. Esse meu pai é um fofo mesmo!!!! E sim, o nome nao me causa estranheza. Adoro o nome dele.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.