Allah la ô



Já estou me sentindo um animal noturno, meio companheira dos morcegos ou das corujas.
Com dias de calor intenso, com temperatura superior a 35º, mas com sensação de temperatura altíssima, chegando a mais de 45º, a prudência determina que eu fique em casa.
O sol está se pondo próximo das 20:00h, e é então que eu saio atrás de ar livre e, como os morcegos, atrás de comida: compras de supermercado, só nesse horário.
Durante o dia, tentativas de ficar em ambiente natural, sem ar condicionado, mas passado um tempo, eu me rendo e acabo buscando uma temperatura refrigerada.
Para dormir, só com ar condicionado ligado durante toda a noite.
Há quem adore ficar em ambiente refrigerado, mesmo durante 24 horas. Embora reconhecendo a enorme utilidade, mais que isso, a necessidade do condicionador de ar, depois de um tempo de uso, eu fico incomodada.
Tenho, então, que me afastar um pouquinho. Abro as janelas ansiando por vento, tento ficar firme, mas acabo capitulando.
Os tempos mudaram. Sim, os tempos mudaram muito.
Sempre tivemos bastante calor, por aqui. Nunca como agora.
Na minha época de criança, não havia ar condicionado, nem ventilador.
E vivíamos bem. 
Sentíamos calor, mas nada extraordinário. Morávamos em casas, e dormíamos com janelas abertas.
Hoje, tudo mudou. Mudou muito.
Será saudosismo?


Foto acima, do termômetro, daqui.
Foto inicial, de Santos.


Comentários

  1. Sim, o calor está realmente insuportável. E eu também não gosto de ar-condicionado, mas estou me rendendo a ele… Quanto aos “velhos tempos“, também concordo. Havia uma brisa que não existe mais hoje. Imagino que a construção de prédios, prédios, e mais prédios não tenha ajudado muito…

    ResponderExcluir
  2. Há sim uma séria mudança climática e eu acredito que ela tem a ver com coisas como a emissão de gases tóxicos, desmatamento e outras ocorrências resultantes de ações humanas. Essas ocorrências têm implicações não apenas nos aumentos das temperaturas, mas também num desequilíbrio climático, que se caracteriza por temperaturas extremas, tanto para cima quanto para baixo, no termômetro. Eu tenho visto pessoas negando que esteja havendo um aquecimento global, justamente porque temos tido também invernos especialmente rigorosos, em muitas partes do mundo. Mas a mim, pelo menos, tem parecido que esses fenômenos são as duas faces de um mesmo acontecimento.
    O fato é que o calor nos afeta... e muito. Aqui nem está tão quente, hoje, pois choveu nas últimas horas. Mesmo assim já deixei de fazer coisas na rua que havia planejado fazer.

    Beijo e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  3. E o calor parece mesmo ter mudado muiiiito...Aliás tudo mudou! E nós com o tempo avançando, sentimos as mudanças...beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. Acredito que o clima tem mudado, sim. É impossível negá-lo. Aqui, tinhamos um clima temperado marítimo ( o que significava temperaturas amenas quer de inverno, quer de verão). Neste momento, já temos um clima tropical. O calor é Quase insuportável, com muita humidade, embora não tenhamos temperaturas de mais de 28º .
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  5. realmente eu tenho horas q penso só ficar em casa. ontem choveu muito. hj está mais fresco. está muito mais quente pelo aquecimento global. e muito mais frio tb. não tem tido muito meio termo mais. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  6. Nem me fale Heloísa, até meus 30 anos adorava verão, quando criança me estendia na lage e curava minhas febres tomando sol, loucura...
    Hoje ainda gosto, mas não aguento, o corpo fala mais alto e me "derruba".
    A movimentação humana é que é racional, deveria pensar nos efeitos de sua devastação, a Terra simplesmente reage, não por vingança, não é racional, mas segue seus ciclos acentuados pelos humanos, nós acabaremos e ela continuará.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Vou adorar ler o que tem a me dizer. Para comentar, é só escolher uma identidade. Ou você comenta usando seu e-mail google, ou usando somente seu nome. Assim, você deve clicar no e-mail google, ou em nome/URL. Escreva seu nome, clique em continuar e, estando pronto o comentário, clique em Publicar. Vai aparecer um quadro: não sou um robô. Confirme que não é, clicando no quadrado e clique novamente em publicar. Pronto. Seu comentário vai aparecer. Obrigada.

Postagens mais visitadas deste blog

Apelidos

Bife no microondas?

Com que roupa eu vou?