sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Acabou-se o que era doce

Foram exatos 1 ano e 4 meses. Minha netinha veio de mudança para Santos com quase 1 ano e 2 meses, e voltou a residir em São Paulo com 2 anos e seis meses.
Foi uma fase maravilhosa. A fase de suas inúmeras descobertas, a fase das palavras, das pequenas frases, e agora dos diálogos. Ela sabe iniciar uma conversa e sabe mantê-la.
Quando chegou, já estava andando. Agora, ela corre e pula. Antes, escutava as canções de ninar. Hoje, ela as canta. 
Embora morasse com sua mamãe na “sua casinha” (como gosta de falar), sempre passou bastante tempo na minha casa, principalmente nos últimos meses. Os compromissos profissionais de sua mamãe, em São Paulo, foram aumentando muito, e a manutenção do esquema de viajar diariamente entre Santos-São Paulo ficou ínviável. O jeito foi arrumar a mudança e voltar para a Capital. E foi muito interessante ela arrumando sua mudancinha : pegou suas bolsinhas e a mochila da escola e foi colocando pequenos brinquedos dentro delas. 
Minha netinha já está morando em São Paulo. Está se adaptando ao seu novo espaço, e à sua nova escola.
 E eu, que perdi o privilégio de vê-la diariamente e de acompanhar passo-a-passo seu desenvolvimento, também entrei numa nova fase de adaptação, buscando meios de acompanhá-la meio à distância, e planejando viagens constantes a São Paulo. 
Afinal, a vida nos exige constantes adaptações, e o importante é que o privilégio de ser avó dessa menininha adorável não é afetado por uma simples mudança.

19 comentários:

  1. Complicado né? Mas acho ela super parecida contigo... principalmente nos olhos :)

    ResponderExcluir
  2. Ah, que lindo! Quase dá vontade de chorar, as lágrimas só não desabam porque você é por natureza uma pessoa otimista, de bem com a vida, e que consegue viver bem e se adaptar às mudanças.
    Uma das lições que já me deixou, e agora passamos à Isadora também.
    Mas esperamos vc sempre por aqui! Aliás, ontem eu contei para a Isadora que, logo que eu engravidei, você providenciou uma casinha perto da nossa, para ficar bem perto da netinha (que iria nascer) e conviver bastante com ela.
    Entramos ontem na nossa casa nova. Ao deitarmos, ela já perguntou: Por que minha vovó não está por aqui? - apontando o espaço ao lado. Eu disse que vc logo viria vê-la, que estava em Santos.
    E ela: "Ela está com muitas saudadesde mim?"
    Sim, está com muita...Mas sei que ela, Isadora, também está com muuuuuuuitttaassss saudades da vovó Isa.
    Ah, entreguei! Vovó Helô ficou só no blog! Na vida real, por conta própria, a fofinha fala vovó Isa.
    muitos beijos, fica bem e te esperamos aqui na nossa casinha,
    Pri e Isadora.

    ResponderExcluir
  3. Heloísa, imagino que já deve estar a sentir muito a falta da presença assídua da sua linda Isadora. Felizmente vai poder vê-la bastantes vezes, mas sempre é uma grande diferença, não é?
    Mas acho que foi mesmo um privilégio para si, mas sobretudo para ela, ter tido a sorte de conviver de perto com uma avó tão dedicada.
    Beijos grandes para as três.

    ResponderExcluir
  4. VOVÓ HELÔ ...
    BOM MUDANÇAS.. NEM SEMPRE SÃO RUINS ...
    AGORA ELA VAI TER SEMPRE UMA HISTPÓRIA DO SEU DIA A DIRA PRÁ TE CONTAR.. E NÃO VERÁ A HORA DAS FÉRIAS CHEGAR...RRSS

    MANDE UM BEIJO A PRI E A ISA !!

    FELICIDADES

    SEMPRE!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Helô,
    Lindo o álbum com as fotos da Isadora. Muito legal o modo de brincar/ensinar que você promoveu no tempo em que ela esteve por aí...Que paciência linda você tem!
    Mas é claro que vc também se divertiu...e agora vai ter de vir a Sampa para continuar a brincadeira. Desejo felicidades a vocês todos na nova fase.

    ResponderExcluir
  6. Heloísa, registro lindo este seu!
    Beijo Olguinha

    ResponderExcluir
  7. Ai Vovó Helô, que lindo ...
    Embora a situação em si pareça "triste", percebemos quão otimisma você é pelo relato belo e grato. Eu gosto muito de pessoas otimistas, que sempre enxergam o que é ou foi bom e se encantam com novas possibilidades e descobertas. Com certeza vovó, você é esse ser iluminado. As fotos são um show a parte. Obrigada por nos brindar com esses mimos.
    Beijos e boa sorte a todas.
    P.S.: venha sempre nos contar as novidades, hein?

    ResponderExcluir
  8. Ah! Vovó Helo, chorei lendo esse post, porque fiquei imaginando o vazio que ficou no seu ap com a partida da Dodora, é claro que vcs estarão sempre juntas e vc poderá curtir muitas fases ainda, mas é sempre triste a despedida mesmo que ela seja um breve até logo. Desejo pra Pri nessa nova fase toda sorte de benção e que Jesus esteja sempre pertinhos delas, sentimos muita falta dela no blog, mas entendemos que lhe falta tempo. Um beijão pra vcs 03!!! Boa semana!

    ResponderExcluir
  9. Heloísa,que bom recebê-la!
    Que bom visitá-la!Linda a sua neta.
    Q. Deus a ilumine sempre.
    Meu nome é Isabel.Daí o "isa"...
    Ñ tem importância nenhuma,acredite!
    Volte sempre. Farei o mesmo...
    Abracinho.
    isa.

    ResponderExcluir
  10. *****

    De uma Helô vovó para outra... risos
    Parabéns! Que maravilha ler o post!
    Mas a distância é até pequena se comparada com a minha: meu netinho tem 01 ano e dois meses, uma réplica do meu querido filho, e moram nos USA! Só o conheço por fotos e vídeo, ainda... Coisas dessa vida que nunca imaginamos passar...
    Irei acompanhar também esse blog.
    Uma linda semana!
    Beijos

    *****

    ResponderExcluir
  11. Helô, Adorei as fotos! Como a Isadora cresceu, aliás como crescem rápido! Vai dar uma saudade, mas vcs estarão sempre juntas e se amando muito.
    Mil beijos

    ResponderExcluir
  12. Tão fofa, sua netinha! Está lindo o slide show que fez dela.
    Essa distância vai custar um pouquinho, mas a vida é feita de mudança e nós temos que nos adaptar a ela, não é?
    Bjs e boas viagens a São Paulo!

    ResponderExcluir
  13. Imagino a saudades que vai te da Dodora, qando fico um pouco longe da minha filha parece que me tiraram um braço, mais acredito que irão se ver sempre e todos temos que tocar nossas vidas para frente.
    Beijos e ótima semana.
    Beijos na Dodora e na Pri, estou com muitas saudades.

    ResponderExcluir
  14. Puxa, Heloísa, que pena!

    Quantas saudades vcs vão ficar da convivência diária...

    muitos beijos, grandes, para vocês!

    ResponderExcluir
  15. Ameixa, Cláudia, Bárbara e Lúcia,
    A separação é difícil, mas com certeza o tempo em que estivemos juntas, diariamente, foi um privilégio.

    Pri e Olguinha,
    Vocês sabem bem o que tudo isso representou para mim.
    Angélica, Danny,Patricia Angélica, Simone e Nina,
    Claro que teremos muitas oportunidades de estarmos juntas. E também serão momentos doces.

    Isa e Eternapaixonada (também vovó Helô),
    Sejam benvindas. Que bom ter duas vovós me acompanhando.

    Isabel,
    A todo momento temos mudanças que nos obrigam a adaptações. E eu, como já disse, estou passando por uma nova (que, com certeza, é meio diícil).
    Bom saber que você gostou do slide show. Foi difícil selecionar as fotos.

    Beijos para todas.

    ResponderExcluir
  16. Tenho certeza q o amor e o carinho vão se tornar muito maior com a distância... Muitos beijos na Isadora e na Pri!!! Muitos beijos pra vc tb!!!

    Bjocas!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Heloisa! O dia do meu aniversário foi calmo e belo. Refleti e me emocionei muito. Estava perto de amigos queridos que me acolheram de forma amorosa. Por isso, fui ficar junto deles. Valeu!

    Quanto à netinha, pois é, a vida não nos deixa acomodar... Que bom! São várias mudanças e adaptações: a saída dos filhos de casa, a netinha que veio para perto e agora foi para longe. É nossa tarefa deixar as coisas irem sem pesar, e olhar para frente. Porque sempre tem coisas novas vindo. E a maneira de encarar isso depende da nossa escolha!
    Beijocas, um ótimo dia pra você!

    ResponderExcluir
  18. Ai, que delícia! Só agora consegui ver os slides. Eles não haviam aberto aqui para mim, assim como ocorreu no da vovó no início.. Enfim, sua seleção está muito linda, muito cuidadosa! Ela está incrível em todas, claro! E já fiquei com saudades dela com um ano e meio, dois anos... Ai, que saudades! Repetindo o coro: como esse tempo passa rápido. Eu quero ela bebê por mais tempo... E olha que a Isadora nem deixa mais chamar de `bebê'. Agora ela é criança! beijo, Pri

    ResponderExcluir
  19. Heloísa, muito me comoveu essa despedida, que na verdade significa apenas uma mudança de fase. À distância o amor será ainda maior, pois a saudade ajudará a alimentá-lo. Isto se for possível aumentar o que hoje já é imenso. Muitas vindas a São Paulo é o que lhe desejo, assim como visitas constantes da netinha
    Beijos
    Cecília

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.