quinta-feira, 12 de março de 2009

Fundo musical

Ao comentar meu post "Cantando na rua" a Isabel disse que sempre "anda com uma música na cabeça". E foi, então, que eu percebi que também vivo essa mesma situação.
É muito comum eu acordar com uma música "na cabeça" e ficar com ela várias horas. Às vezes ela aflora e é cantarolada. Outras vezes ela fica adormecida, aguardando oportunidade de se mostrar. E quando a minha máquina de fazer pensamentos e raciocínios fica em pausa, a música dá seu sinal e eu começo a cantá-la mentalmente.
Ontem acordei com uma música do Vinícius de Morais e do Toquinho. Sei toda sua melodia, que é muito gostosa, mas da letra, quase nada.
Fui fazer minha caminhada na praia e eis que mentalmente comecei a entoar " tem dias que eu fico .......sei lá, sei lá ...." A melodia saía por completo, mas a letra, nessa pobreza.
Cheguei em casa e resolvi pesquisá-la. 
E de repente, ela diz : "A gente mal nasce, começa a morrer". Achei interessante porque, na véspera, havia deixado num blog amigo um comentário sobre o tempo dizendo que " o problema do tempo é que ele passa muito depressa". 
Curioso, não? Será que dormi pensando na passagem do tempo?



Sei lá... a vida tem sempre razão

Composição: Toquinho / Vinicius de Moraes

Tem dias que eu fico pensando na vida 


E sinceramente não vejo saída.

Como é, por exemplo, que dá pra entender:


A gente mal nasce, começa a morrer. 


 


Depois da chegada vem sempre a partida,


Porque não há nada sem separação.


Sei lá, sei lá, a vida é uma grande ilusão. 


Sei lá, sei lá, só sei que ela está com a razão. 


A gente nem sabe que males se apronta.

Fazendo de conta, fingindo esquecer 


Que nada renasce antes que se acabe, 


E o sol que desponta tem que anoitecer.



 

De nada adianta ficar-se de fora. 


A hora do sim é o descuido do não. 


Sei lá, sei lá, só sei que é preciso paixão. 


Sei lá, sei lá, a vida tem sempre razão.

Nota: Embora o MP3.Tube net não tenha se referido à cantora, a voz parece ser da Mart'nália.

14 comentários:

  1. Que engraçado! É bom saber que não sou a única! Não conhecia essa música. Mais uma para cantarolar na rua!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Há dias que nenhuma música me ocorre. Há dias que músicas não me saem da cabeça, às vezes tem bossa nova ou mpb :)

    ResponderExcluir
  3. Eu por acaso não sou muito de cantar, o que acho uma pena, porque deve ser mesmo uma boa terapia. Gosto de ouvir música, mas agora cantar, já é outra história...
    Mas ainda bem que a sua neta a fez reviver esse antigo hábito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Adoro cantar e vivo cantarolando qualquer coisa, se bobear até jingle.
    Deixa eu fazer uma ressalva: qualquer coisa que não seja vulgar...
    Meu filho é músico e seu nome, não por acaso, é Vinicius. Gosto muito de Vinícius de Morais.
    Qualquer dia vou fazer um post falando do meu Vinicius, nosso músico.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. De maneira ou de outra estamos em sintonia com aquilo que de fato mexe com nossas vidas. A propósito, o tempo não é nem lento nem veloz. Nós é que ficamos a cada dia mais apressados, talvez mais ansiosos, talvez menos pacientes.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  6. Ora pois pois.... e não é que estamos sempre a cantarolar canções que nos agradam. Situação corriqueira, essa... Nós cá sempre estamos a cantarolar mentalmente uma cançãozinha. Já acordamos com ela que não se vai a qualquer custo. Fica e fica insistentemente. Faz-me pensar que todos que gostam de música sentem o omesmo. Gostei do bem posto artigo. Bertino, não tão anônimo.

    ResponderExcluir
  7. Há dias inteiros que ando com a mesma música na cabeça e às vezes mesmo dias seguidos! Se a música é boa,ainda vá lá,o pior é quando a música é daquelas "pimbas" e não conseguimos parar!

    ResponderExcluir
  8. Heloísa (e Isabel) então somos da mesma natureza pois eu pareço uma louca cantando pela rua.

    O meu problema é que eu não percebo que estou cantando para fora até que as pessoas comecem a me olhar com cara de assustadas, na Noruega ninguém fala, quanto mais canta na rua. Só loucas como eu.

    Helô, eu amo esta música e já estou com ela na cabeça. A vida tem sempre razão.

    Que inveja que eu sinto de tuas caminhadas pela praia...

    Bj,

    Claudia

    ResponderExcluir
  9. Oi Heloisa, estou aqui para retribuir a sua visita no meu blog! Eu AMEI o seu blog! Esta coisa de música cantarolando na cabeça sou eu, desde que me conheço por gente! Ai, vou super te acompanhar neste blog, adorei tudo o que li aqui! Um beijo enorme!

    ResponderExcluir
  10. Heloisa, queri te pedir uma ajuda, vc teria como me ensinar a colocar este mp3tupe.net nos meus posts?? beijo!

    ResponderExcluir
  11. Pati,
    É muito simples colocar a música pelo mp3tube.net
    Eu dou uma explicada no meu blog "Aprendendo a blogar e muito mais" (http://heloisaaprendiz.blogspot.com), acho que em postagem de outubro de 2008. Se você não conseguir, entre em contato novamente.
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá, Heloísa! Isso é muito comum e as músicas surgem sei lá de onde. É música antiga, música nova... Não tem lógica. E tem as músicas de anúncios, bem chatinhas, que ficam martelando na nossa cabeça...

    Beijos e boa semana!!!

    ResponderExcluir
  13. Eba! Consegui! Super obrigada! Coloquei uma música linda lá, para todos vcs levarem para esta semana! De um pulinho lá no meu blog para ouvir qdo puder!
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Helo!

    Que saudades!

    Eu mudei tudo, e-mail, msn...
    Mas estou voltando aos poucos!

    beijos grandes!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.