terça-feira, 27 de março de 2012

O "Caderno Vermelho" e as listas azuis





“O Caderno Vermelho”, de Paul Auster, foi o livro que me acompanhou durante os dias de cruzeiro até Buenos Aires. Gosto do autor e, por ser um livro da “Companhia de Bolso”, foi fácil de carregar. O livro contém diversas histórias reais, independentes, mas com um elemento comum: o acaso. 
Algumas são bem interessantes e, em todas, sempre aparece uma forte coincidência, um acontecimento incrível, porém real, que fez com que aquela história merecesse ser contada. 
E acho que, com essa leitura em torno de coincidências, eu estava tão mergulhada no clima do acaso, que também acabei vivenciando um bem curioso. 
Em Buenos Aires fomos assistir a um show de tango. 
Sentado ao nosso lado estava um rapaz, loiro, com uma camisa de listas azuis largas. 
No final do show, resolvi puxar conversa com ele, e perguntei se havia gostado do programa. Percebi que ele não havia entendido, então perguntei se ele falava inglês. Ele respondeu que um pouco, e que era russo. 
Trocamos algumas palavras e despedimo-nos. 
No dia seguinte, nosso navio chegou a Montevidéu. 
Descemos e pegamos um táxi para um passeio e, de repente, na cidade histórica tenho minha atenção chamada para uma camisa com listas azuis. Listas largas. 
O rapaz que a vestia, estava saindo pela porta de um hotel para a rua por onde passávamos. Olho bem e confirmo. 
Diante de um hotel no Uruguai, quem está com a camisa de listas azuis é o rapaz russo com quem eu cruzara na véspera, na Argentina. 
Não, ele não estava no navio.
Incrível, porém real.



8 comentários:

  1. Puxa, que estranha coincidência,não?

    E como foi o cruzeiro,gostaram? beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi, Helô,

    Realmente foi uma coincidência incrível! rsrs. Pelo jeito a viagem foi divertida, né? rsrs.
    Eu também gosto do Paul auster (que é meio obcecado pelas coincidências). Dele eu li:
    A Invenção da Solidão (autobiográfico) e Leviatã.
    Ganhei e comecei a ler o The book of illusions. A pessoa que o deu a mim o recomendou fortemente, mas eu parei no início, pois ando tendo muita preguiça de ler em inglês, já que esqueci o significado de muitas palavras, o que me obriga a consultar o dicionário, rsrs.
    Sou capaz de ler um livro de culinária, em inglês, de cabo a rabo, já um de paul Auster...rsrs.

    Beijoca e boa noite!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Helô, eu adoro esse livro!!!

    E a viagem, conta mais!!!!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. A minha amiga, fiquei curiosa com as listras azuis...com o livro obviamente!!!

    Vejo que a viagem foi ótima, não é?

    Grande abraço,
    Bom dia!

    ResponderExcluir
  5. Incrível como o acaso e coincidências existem mesmo!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Que incrível, mesmo!
    O livro parece ser bem interessante. Mais um para a minha listinha, ou melhor, listona!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. As coincidências, dão muito o que pensar. Algumas, são mesmo incríveis.

    Muito interessante, Heloisa, o livro e o acaso...

    Um beijo,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  8. A veces hay coincidencias increíbles. Espero lo estés pasando muy bien en tu viaje. Un beso fuerte

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.