sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Conversa de vovó


Na volta da escola, brincando no jardim.


Dizem que conversa de vovó só interessa à vovó e à mãe da criança. Acontece que "Blog da vovó" que se preze precisa sempre estar atualizado em relação à netinha, e acho que está na hora de fazer alguns registros.

Na última semana passei alguns dias em São Paulo, fazendo companhia para a Isadora, pois sua mamãe estava viajando a serviço.

Foi uma ótima oportunidade para observar mais uma vez, e bem de perto, seu desenvolvimento e sua rotina. Ela está cada vez mais graciosa, esperta e ... linda. Não dá trabalho. É claro que ocupa e, algumas vezes, cansa. Afinal, só tem 3 anos e 4 meses e tem comportamento adequado à idade. Vai bem para a escola, come bem, dorme bem, mas com um detalhe: só quando está quase caindo de sono. Eu preferiria que ela fosse dormir na hora por mim escolhida, mas não é bem assim.

Antes de dormir, sempre pede para que se conte histórias, que por ela seriam muitas. Eu dizia que contaria só duas, e nessas horas me surpreendia com suas colocações e vocabulário. Eu procurando contar a história com termos simples, levando em conta sua idade, e ela dizendo coisas desse tipo: “mas vovó, a Chapeuzinho deveria ter escolhido um caminho mais seguro para ir até a casa da vovozinha. Você não acha?”

Desse jeito mesmo: “deveria”. Aliás, desde pequenininha que ela conjuga os verbos com correção, e não erra nas concordâncias.

“Caminho mais seguro”. Para criancinhas eu falaria em caminho sem perigo, caminho bom, mas a danadinha usa “caminho mais seguro”. Tem um vocabulário rico.

É independente e teimosinha. Quer fazer valer sua vontade. Sou ultra-amorosa e carinhosa, mas não sou daquelas vovós que concordam com tudo. Não sou daquelas vovós que dizem que o papel dos avós é "estragar" os netos. É evidente que contorno as situações de teimosia com muito jeito, e tudo acaba dando certo.

Foi uma semana cheia e feliz. Ia levá-la e buscar na escola, e mais uma vez dormi no ponto e esqueci de andar com minha máquina para tirar fotos dela na classe, e com os amiguinhos. Mas também, não está fácil tirar fotos da menininha. Dificilmente ela quer posar, e é uma luta para se conseguir fotos boas. Só concordou em tirar uma foto com seu macaco de pelúcia, aliás macacão, porque eu disse que iria enviar a foto para o tio Gus.

No sábado fomos ao teatro infantil e à FNAC. Ela adora livrarias, onde fica folheando os livros e, no final, quase sempre acaba ganhando um para aumentar sua biblioteca.

Aqui cena da peça, e olhar atento da pequena espectadora.

Na FNAC aproveitou de uma "contação de histórias" e de brincadeiras com massinha.



Para terminar o programa do sábado, ganhou da vovó um DVD da Turma do Cocoricó, relativo ao Natal. E estava em casa assistindo o filme, quando sua mamãe chegou de viagem.
Com a volta da mamãe, a vovó encerrou seu período de ajuda e voltou para a rotina de Santos, já morrendo de saudades da netinha.


27 comentários:

  1. Heloísa,
    adorei a sua conversa de vovó!
    Eu sinto que não vou chegar a avó, afinal tenho primas pouco mais velhas do que eu que já são avós, e eu com uma filha de 8 anos...
    mas talvez eu seja uma avózinha bem velhinha, quem sabe... :)
    Adoro as suas histórias, estava a ler o seu texto com um sorriso nos lábios, essa sua Isadora está fofa e linda! E faz-me lembrar a minha Carol, que tb fala "muito bem". É mto engraçado quando elas utilizam com a maior naturalidade vocabulário que nós achamos que não é próprio para a sua idade.
    Continue a contar as histórias da sua neta, elas interessam-nos e muito!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Helô,
    Mas essa beleza de criaturinha teve a quem puxar nos genes, afinal a avó é esta beleza e a mãe não fica atrás.
    As crianças de hoje, quando criadas assim, com educação, carinho e conversa são fáceis, dóceis, lindas de se ouvir e interagir com elas, mesmo quando a canseira chega e a gente quer dormir, mas eles ainda estão com gás.
    Lembrou-me meu filho com esta idade que eu contava uma, duas, três historinhas e ele queria mais e mais. Uia, que canseira e eu morrendo de sono!
    Mas é tão bonito ver isto, ver o crescimento rico que podemos dar a eles, não em coisas materiais, mas naquilo que levarão na alma e no comportamento para o resto da vida.
    Isadora é linda e eu pude comprovar.

    Complementando, digo que aproveitar momentos como estes quando sua filha está ausente, torna-se de um valor inestimável para ambas e com todo este recurso cultural que Sampa oferece (amoo a Fenac), com certeza, ela será uma jovem muito arrojada e de bom gosto.
    Parabéns por lhe porporcionar momentos tão preciosos!

    ResponderExcluir
  3. Elas são muito espertas, me surpreendo com as frases que a Mariana fala.
    Que bom que a Pri tem com quem contar nessas horas.
    Beijos e otimo finald e semana.

    ResponderExcluir
  4. Que fotos lindas, que dias lindos, que menininha incrível! Cada uma mesmo surpreendente!
    bjs,
    Pri

    ResponderExcluir
  5. aposto que a vovó apesar de cansada voltou energizada para sua casa, pois a troca com eles é fantástica.

    crianças espertas assim são muito engraçadas.

    adoro quando algumas visitam minha casa.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Histórias amorosas e bonitas interessam a todo mundo! Quando a gente lê fica de bem com a vida!
    Ela é realmente linda! Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Oi Helô, a Isadora tá fofa demais e muito esperta, essas meninas nos surpreendem a cada dia, a Nathalia também fala frases corretíssimas, eu acho um sarro.
    Minha mãe também é vovó muito amorosa mas quando tem que corrigir ela não pensa duas vezes, ela sempre diz que quem ama corrige, eu concordo.
    Adorei as fotos.
    Bjs e bom findi!

    ResponderExcluir
  8. Claudia, Claudia, como pode você pensar que não será vovó, sendo ainda tão jovem? E vovó bem velhinha, como? Veja meu exemplo. Eu não desisti e fui recompensada.

    Simone e Danny,
    Minha netinha e a filhinha de vocês têm a mesma idade. Imagino que devam ter comportamento semelhante, não?

    Ana,
    Que bom saber que você gostou da "conversa da vovó". Mesmo porque você também é vovó nova, e aposto que já tem muitas histórias para contar.

    Beth, querida amiga,
    Muito obrigada pelas palavras tão carinhosas.

    Dani,
    Você acertou. Voltei um pouco cansada, mas muito energizada.

    Pri,
    Linda, não? Para você posso ficar repetindo isso sem parar, e sem dar canseira.

    Beijos para todas.

    ResponderExcluir
  9. Ah...essa conversa de vovó me interessa sim!!!rsrsrs
    Adoro ter notícias da Isadora e da Priscila, tenho muitas saudades do Blog dela e tivemos muita empatia. Mesmo sem ter muito contato agora, adoro saber que está tudo indo bem na vida delas (de vcs!).
    E ler vc contando é tããão gostoso, pois a diferença da Isadora para o meu filho é de acho que 1 mês (o Vítor é de junho). Por isso eu me identificava tanto com o blog, por estar passando pelas mesmas fases. Claro que cada um tem suas diferenças, mas o tal da hora de dormir está uma luta, adora massinha, argumenta tudo e quer tudinho do seu jeito (as conhecidas pirraças...) e me assusto com seu vocabulário e comentários!!!
    Espero de verdade um dia poder conhecer vcs pessoalmente! Estou ensaiando uma ida a São Paulo (meu marido tem uma prima aí) e a Pri já comentou que tem vontade de vir a BH. Que sabe neste próximo ano???!!!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Helô, como é bom poder curtir nossas crianças! E são tantas surprezas, é cada coisa que falam que eu fico encantada. Amo poder estar ao lado da Giovana e ficar contando histórinhas, mas, como a Isadora, ela quer várias.

    A Isadora tá muito linda, inteligente e feliz!!! Isso é bom demais, né?

    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  11. Nossa! essa vovó vale ouro !

    Que delícia pra netinha esses momentos preciosos, um neto nunca disso !!!
    Minhas avós sempre foram o máximo pra mim !!! Tenho as melhores recordações...

    Parabéns, você é um exemplo de vó!
    Beijos
    Carol

    ResponderExcluir
  12. Heloisa, nessa fase, temos uma frase com uma certa entonação aqui em casa, quando ao acabar uma histórinha, meu filho dizia: "De noooooovo", sua neta é muito graciosa, e voc~e, conta as graciosidades dela com muita graça.
    beijinho

    -: O post do Logenvidade de hoje, fui inspirado em um comentário seu.

    ResponderExcluir
  13. Heloísa, esta tua história merece ser contada para a netinha. Escreves como se estivesses mesmo a contar uma historinha :) Super bonito!

    ResponderExcluir
  14. Como eu a compreendo, afinal as nossas netinhas são da mesma idade, que engraçado a Matilde adora livros quase tem uma biblioteca, e muitos ainda eram da mãe e do tio, também ela só dorme a ouvir histórias.
    É tão bom ser avó termos tempo e estar sempre disponiveis para ajudar.
    Eu vou todos os dias buscá-la á escolinha tenho o prazer de a ver todos os dias.
    Heloísa ao ler as suas palavras revi-me nelas, você é uma mulher linda, a neta e a filha têm bem a quem sair.
    Quero agradeçer o seu miminho que deixou no meu cantinho amanhã tenho lá outra surpresa, não se esqueça de passar por lá muitos beijinhos para você amiga

    ResponderExcluir
  15. Heloísa,

    depois de fazer umas contas, concluí que ainda posso ser avó... :))
    A Carolina nasceu 10 dias antes de eu completar 35 anos. Mesmo que ela tenha filhos da mesma idade, ainda vou a tempo!!
    Acho que o problema é que AGORA estou a sentir-me "velha e cansada", mas pode ser que seja só uma fase...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Paula,
    Seria mesmo muito bom passar a amizade virtual para real.

    Patrícia,
    É ótimo que nossas crianças gostem de história, não? O problema é que querem sempre mais, não?

    Carol,
    Também quero que minha netinha tenha muito boas recordações de mim.

    Silvia e Ameixa,
    Fiquei feliz de saber que vocês gostaram da conversa de avó.

    Gabriela,
    É mesmo muito bom termos disponibilidade para nossas netinhas, não?

    Cláudia,
    Que bom que você fez as contas certas, Claro que vai ter tempo, e aposto que se sentirá ótima e jovem para acompanhar ....sua futura netinha (ou netinho).

    Beijos para todas.

    ResponderExcluir
  17. Helo querida, que linda a sua netinha!!! Uma fofura! E a sua historia muito gostosa de ler!
    Fiquei tao feliz quando li que vc nao e' a vovo' que estraga os netos... A minha mae e a minha sogra vivem pra estraga-los e isso nao e' nada bom para o meu relacionamento com ambas, ja que penso duas vezes para deixar os meus pequenos com elas. Sempre ha uma flexibilidade maior com as vovos, amor e carinhos extras, mas a opiniao da mamae tem que ser respeitada! Parabens pra voce!

    Beijinhos e tenha um lindo final de semana!

    ResponderExcluir
  18. Heloísa, que delícia ver uma avó babona assim!!!
    E que avó??? Toda hightech, com blog e tudo!!!! Gostei de viver...

    Eu não te disse que vinha conhecer o seu cantinho??? Então, até já virei seguidora.

    ***
    Seja bem-vinda ao Feito a Mão e puxe a cadeira. Já chegou proseando. É assim que eu gostou, viu?

    Um abração e sua netinho é uma gracinha, viu? Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  19. Helo
    Que graça a sua neta. Meus filhos estão demorando tanto para casar que já disse a eles que vou ser só bisavó de tão velha que já vou estar...
    Também concordo com vc.; -os avós não têm que estragar as crianças não...Corrigi-los, ensiná-los boas maneiras, dar conselhos, procurar ser um ponto de apoio para eles, isso sim é uma super ajuda que os avós podem e devem fazer - Mais do que isso já é intromissão e pode gerar conflitos. A mamãe era como você (me socorria, ensinava, contava historias...)Depois ia embora e td. voltava ao normal.
    Mas, tive uma ex sogra (gostava dela viu), embora fosse uma mulher culta e muito educada interfiriu tanto na educação dos meus filhos que precisei cortar...não adiantou muito, interferem até hoje...e olha que a minha caçula já tem 24 anos!!!
    Sei que de modo algum é o seu caso, mas as vovós precisam ficar mais atentas e saber a hora de tirar o time de campo nénão?!

    Beijos e bom fim de semana...

    ResponderExcluir
  20. Querida Heloisa, perdi seu aniversario mas aproveito para lhe desejar muitas felicidades! E lhe agradecer por ter passado no TQG para saber de mim. So andei mesmo bem ocupada e sem tempo para escrever no blog... Passei essa semana em Chicago e estou aproveitando para colocar varias pendencias em dia. Que lindo esse seu post e o das perolas!

    bjs,

    ResponderExcluir
  21. Queridona Helo !!!
    Ando ausente minha vida anda bem corrida.. mas logo passa...
    Qta história boa heim !!
    Adoroler seus post, eles me trazem tranquilidade... tenho uma grande amiga q foi minha Catequista de Crisma e com ela tbm me tornei..e nisso criamos um laço q nunca se desfez..e ela é assim em traz uma paz.. q vc não acredita...
    Q nem vc qdo vejo seu blog...
    A Isa tá lindona.. esperta.. é bom ver q a saúde tem prá dar e vender !
    Alissa tbm..fala cada uma q penso. da onde q saiu isso.. faz relações com as coisas q prá mim ela não ligaria..mas liga sim.. fica atenta a tudo...
    Ela ainda troca algumas letras.. o V pelo G. C pelo F..mas entende tudo..Mas está serelepe a cada dia !!
    Passa no liguba..
    dá um bj nessas pérolas q vc tem ai !!

    bj

    ResponderExcluir
  22. Ser avó... nada melhor que toda essa constatação da beleza da vida!

    Continuo passando aqui!
    Lindos dias!
    Vovó Coruja

    ResponderExcluir
  23. Que boneca é sua netinha, muito meiga!
    Pelo visto ela é bem esperta pela idade, mas nós adultos às vezs substimamos os pequenos, mas ficamos surpresos com a capacidade deles, pelo visto ela vai ser intelectual, pois já se interessa em ir à livraria, quando souber ler e pegar gosto pela leitura, melhor ainda.
    Você está certíssima, também não vou ser aquela avó que concorda com tudo não, saberei fazer contornar situações, como vc faz com tanta sapiência.Bjss

    ResponderExcluir
  24. OI Helô, ela é linda mesmo, e pelas fotos a gente percebe a graciosidade dela..e as crianças de hoje estão cada vez mais espertas e inteligentes..
    bjusss

    ResponderExcluir
  25. Helô:
    tudo isso me lembrou as historinhas da minha mãe: "O Bonequinho Doce" era a minha preferida...Já meu filhote João Gabriel gostava de "Cachinhos de Ouro". E "Cocoricó" foi o primeiro programa na TV que ele realmente se interessou. Ele ficava doidinho com a música:
    "Quem já conhece a gaita sabe quem está chegando..."
    Isadora: você está cada dia mais linda!

    ResponderExcluir
  26. Que gracinha, Heloisa! Parabéns pela lindeza de neta!

    Beijocas,

    ResponderExcluir
  27. Heloísa
    Já vi que vc é uma vovó competente,por isso tem uma netinha esperta.
    Nós vovós temos um papel importante no desenvolvimento dos nossos netos. Tenho uma netinha de dois anos e oito meses e ela tem um vocabulário fantástico para a idade dela, adora livros, brinca de biblioteca e conhece todos os seus livros pelo título, e olhe que ela tem perto de 50 livros!!! Desde quando tinha um mês,que eu lia e cantava para ela. Hoje tem uma memória incrível e canta que é uma beleza.
    Estímulo é algo muito importante, principalmente vindo das vovós. Concorda comigo? Beijo pra vc.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.