terça-feira, 1 de setembro de 2009

"Douce France"

Charles Trenet canta, em "Douce France", suas lembranças da infância, da família, e faz uma declaração de amor ao seu berço natal. Tudo com muita ternura, passando, para quem o escuta, um gostinho bom da França.
E é esse gostinho bom que eu vou ter a oportunidade de sentir logo, logo.
Por enquanto, vale a pena ouvir:



6 comentários:

  1. Mas isso é muito bom, mas isso é bom demais! Desejo que vcs façam uma viagem maravilhosa. Ora, o lugar já ajuda, não é mesmo??? Então, é só curtir...
    Bisous

    ResponderExcluir
  2. Heloísa, sempre aperfeiçoando o seu francês, não é mesmo? Quer dizer que já falta pouco para pô-lo em prática... que delícia!

    Quanto ao seu post anterior, imagine que eu desconhecia essas novas fraldas... no meu tempo de criança, usavam-se as de pano, claro,
    mas no meu tempo de mãe só usei das descartáveis... a Carolina tinha umas de pano mas era para acariciar na hora de dormir :)
    eu tenho muitas preocupações com o ambiente, e na questão dos sacos estou a mudar os meus hábitos e a voltar aos sacos reutilizáveis, agora qto às fraldas, acho que não teria coragem para voltar às de pano. Acho que é uma "escravatura" para as mulheres, afinal não dá para pôr na máquina daquele jeito...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Helô!
    Que delícia de música logo e manhãzinha!
    E você então já está se preparando para ouvir esta língua tão bonita em breve, né!
    Me leeeeeeeeva! hahha
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  4. Adoro francês. (O idioma, claro!) Do francês-pessoa não posso falar, pois ainda não os conheço pessoalmente.Mas quem tem um Aznavour e uma Piaff deve ser bom demais! (Ela, acho que nem era francesa - era? -, mas espalhou a música pelo mundo). Tenho só um pouquinho do francês aprendido no colégio, mas adoro!)

    ResponderExcluir
  5. tudo muito bom, viva a sua vida!!!

    UM BRANDE ABRAÇO

    ResponderExcluir
  6. Que pena que não lhe desejei boa viagem!
    Com carinho Monica

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.