terça-feira, 13 de abril de 2010

"Corta vento"


Já é algo meio genético. Minha avó Olga detestava vento. Sua filha, minha mãe, também. E eu, não poderia ser diferente. Não gosto de vento em nenhuma situação. A não ser que esteja um calor forte, e surja um ventinho refrescante. Mas vento nas costas, ou vento gelado no rosto... Fujo dele.
Acontece que estou numa terra de vento, muito vento, e de frente para o mar.
E, embora a estação seja o outono, a temperatura já está baixa, principalmente para nós que estávamos no Brasil ainda com temperaturas altas. Assim, temperatura baixa com vento quase que constante me obrigou a uma adaptação do vestuário.
É incrível a diferença do vestuário. Aqui, as camisetas que chamamos de “segunda pele” são indispensáveis. E as mais adequadas são as de lã “merino” (carneiro). São leves, mas esquentam com perfeição. E como além do frio há o problema do vento, existem as jaquetas, casacos e gorros de “windstopper”, que “cortam ou quebram o vento”, e as camisetas e blusas "merino icebreaker", que cortam o frio. É roupa feita com tecnologia.
Perfeito.
Não gosta de vento? Vista um “ windstopper” . Quer fugir do frio? Coloque um ou mais merinos "icebreaker". E lá fui eu atrás de algumas peças.
Preparada para o vento (minha jaquetinha azul celeste e gorro) e para o frio (merinos sob a jaqueta), posso andar pelas lindas baías, pelo porto, e apreciar a beleza diferente desse lado do mundo.




(Vamos flutuar dentro de bolas?)


Voltando para casa, entro no hábito neo-zelandês. Coloco meu sapato forrado de pele de ovelha.



A ovelha é o principal “habitante” dessas paragens.
São 46 milhões de ovelhas para pouco mais de 3 milhões de pessoas, o que dá quase 13 ovelhas por pessoa.
Ainda não vi nenhuma, porque estamos na capital. Mas quando iniciarmos nossas andanças, com certeza verei inúmeras pastagens.

15 comentários:

  1. Oi, querida

    Hoje dei uma geral no teu blog. Li algumas postagens, e adivinhe, amei.
    Por isso a partir de hoje passo a ser eua seguidora e te convido para visitar o meu que iniciei há pouco tempo. Desculpe, mas sou iniciante na coisa. Vai lá e me diz se gosta ou não. Sinceridade é o meu forte. Talvez não consiga chegar ao início do teu, mas que vou tentar, juro que vou.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  2. Muito bom descobrir o que há pelo mundo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Vc. ficou muito bem nesse seu modelito digamos "anti vento", então agora já está preparada para o clima local, aproveite bastante e venha sempre nos "presentear" com todas essas curiosidades, estou adorando viajar com vc. rsrsrs.
    Beijos e até breve.

    ResponderExcluir
  4. Ola' Heloisa. Gostei do seu Blog. Tenho lido atentamente e observado como voce conseque expressar bem os acontecimentos que ocorreu nessa esquina do mundo. Eu sou testemunha ocular como se sofre com o frio da Nova Zelandia. Ja' senti na pele. Parabens, pelos seus coment[arios. Ja' estive nesses locais das suas fotos. Bertolino troca letras.

    ResponderExcluir
  5. Tia, to amando o Diario de Bordo. NAO PARE!!!!

    Adoro saber dos detalhes de outras culturas, coisas que, as vezes, homens nao percebem. So mesmo, nós mulheres. Voce andou na bola flutuante???? COVARDONA> deveria ter ido!!! que maximo!!!

    P.S. quem nao tem corta vento de luxo, usa tio Berto na Frente. hahahahahaha

    ResponderExcluir
  6. Helô, queridona!
    Mas, você tá chiqueréssima nestas roupitchas!
    Estas novas tecnologias em roupas usadas nestes países são incríveis e leves ainda por cima. Mas, teu maridex não parece sentir o mesmo frio, né!

    Eu também odeio vento, por isso andei de tapa orelhas durante toda minha viagem à NY no ano passado e não tava nem aí se ficava bonita ou não, o importante era proteger minhas orelhinhas tão sensíveis aos ventos.

    Tô gostando de ver teu diário de bordo, manda mais.

    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  7. Amiga querida, voce esta na Nova Zelandia?! Que maravilha hein? Esse e' um lugar que ainda nao conheco, mas que faz parte da minha lista...
    Aproveita bastante esse lugar lindo e deixa a gente sempre por dentro dos acontecimentos com muitas fotos!
    Beijinhos e felicidades

    ResponderExcluir
  8. Lindas fotos e que bom que já estás equipada para o frio!!!Aproveitem bem!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  9. Ah, que pena! Deixei um comentário que não entrou aqui! Acho que não funcionou o publicar o comentário e não reparei porque havia uma menininha me puxando, não queria que eu escrevesse...
    Bem, pelo o que me lembro, eu dizia que essa genética não chegou por aqui. Em geral eu gosto de vento, e a Isadora sempre fala que gosta de ventinho.
    E que bom vc ter encontrado as roupas especiais, caso contrário nem conseguiria aproveitar, não?
    Ah, e eu dizia para vc tirar muitas fotos quando encontrar com as ovelhinhas, e postar aqui! Aí ninguém mais vai ter insônia, todo mundo vai dormir bem!
    beijos, aproveita,
    Pri

    ResponderExcluir
  10. Uau, Heloisa, que legal sua viagem! Um beijão

    ResponderExcluir
  11. Tudo lindo Helô, adorei o modelito, lindona e quentinha.
    Aproveite tudo por aí e nos conte, estou viajando com você de carona, rsrs.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Amei as fotos e vc ficou muito elegante em sua roupa de cortar o frio.
    Aproveita bem e continue postando as fotos desse lugar lindo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. OI Helô, vento também não é pra mim não... e aqui na Holanda eles usam o mesmo sapatinho dentro de casa, e eu uso de meia e chinelo havaiana ... bjuss

    ResponderExcluir
  14. Heloísa, tenho que confessar a minha ignorância e dizer que não sabia que fazia frio na Nova Zelândia!! Mas pensando bem, é lá em baixo, perto do polo sul, por isso é normal o frio.
    Mas você já está bem preparada!
    Boas caminhadas :)

    ResponderExcluir
  15. (Vim "de cima pra baixo" comentando e já falei do vento, que detesto. Vento bom é vento de época de calor, quando tudo está parado e de repente bate aquele ventinho, refrescando tudo. Este é bom).
    Mas adorei os nomes das roupas, a tecnologia que as envolve. Se eu morasse em Santos, pediria a você umas pecinhas (devidamente pagas, lógico!) pois mesmo esse frio nosso - que parece "mixuruca" em relação ao daí - me incomoda demais.
    Bom proveito, devidamente agasalhada!
    Bj

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.