quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Ditados das avós


Interessantes eram os tempos antigos, quando os mais velhos sempre tinham um ditado, ou uma citação, diante das mais diversas situações.
Logo no início da vida desse meu blog, em junho/08, postei um texto onde fiz referência a dois ditados muito utilizados por minha mãe. Diante de uma criança “insubordinada” (êta palavrinha antiga), lá vinham aqueles seu ditados:
“É de pequenino que se torce o pepino” e
“Haja alguém que nos governe” (quando os pais eram extremamente tolerantes).
Quando uma criança insistia em querer fazer, ou ter, algo não permitido, lá vinha o ditado : “Pode tirar o cavalinho da chuva”. Isso encerrava o assunto.
Minha avó Olga tinha um repertório ultra-extenso. Realmente, os ditados faziam parte do seu dia-a-dia.
Cometeu alguma bobagem, ou deixou de fazer algo que deveria ter feito, disso resultando prejuízo? “Não adianta chorar sobre o leite derramado”.
Está numa situação difícil, sem o vislumbre de qualquer saída? Isso é o mesmo que “estar no mato sem cachorro”.
Está abatido, ou abalado por algum problema, sem ânimo para qualquer coisa? Lembre-se: “tristezas não pagam dívidas”.
E ia por aí afora. Eu até poderia fazer uma lista extensa, mas fico com mais dois, muito curiosos: “À noite todos os gatos são pardos” e “Não dá para tapar o sol com a peneira”.
E, como a “esperança é a última que morre”, e eu estou atravessando uma fase de pequenas dificuldades (como todos passam, de vez em quando), procuro não me abalar, porque sei que “depois da tempestade, vem a bonança”.

8 comentários:

  1. " E, no fim, tudo dá certo."
    Vibrações positivas para a senhora resolver logo esse pequeno probleminha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Minha vó também tem uns ditados desses, acho engraçado o jeito dela.
    Mas fique tranquila vovó, toda dificuldade irá passar, e não se esqueça que mesmo longe pode contar comigo, sou "paú pra toda obra", hehehe! Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Vovó Helô,
    Procuro pensar assim: "basta para cada dia o seu mal". Enfrentamos uma batalha por dia e é bom deixar que as coisas ruins fiquem lá. Com o amanhecer de um outro dia, onde podemos acordar, respirar, ter saúde e sobretudo "vida" para saírmos da cama, creio que já é uma vitória que Deus nos dá.
    Fique com Ele e logo verá seu probleminha solucionado. Estou aqui se precisar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Espero que todas as dificuldades sejam superadas!

    Eu ensinei para minha menina algo que para mim resume todos os ensinamentos:

    "Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a você". Simples e sábio.

    Meu preferido é:
    "Fica sempre um pouco de perfume nas mãos que oferecem rosas".

    beijos!

    http://meninadecachos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Marlla, Dany, Angélica e Nina,
    Muito obrigada. Nessa nossa interação, vocês já ajudam bastante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nina,
    Eu também acho fundamental a máxima que você ensinou para sua menina : nunca faça aos outros, aquilo que você não gostaria que fizessem para você.
    Como o mundo seria outro, se todos seguissem esse ensinamento.
    Adorei seu ditado do perfume das rosas, que eu não conhecia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Helô,
    Lembrei de dois ditados da minha avó Rosa:
    "O que arde cura e o que aperta segura"
    Não tenho certeza da veracidade / funcionalidade dele, mas ouvi muito... Quando ia passar metiolate ou mercúrio chromo nos machucados...
    Outro que eu me lembro é:
    "O roto falando do esfarrapado e o sujo, do mal lavado..."
    E no final tudo se ajeita...
    beijos
    Adri

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.