quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Perfeição?




Primeiro foram as correções no nariz e nas orelhas, muitas delas absolutamente necessárias.

Depois o silicone nos seios, as lipoaspirações, lipoesculturas, os “lifts”, preenchimento dos lábios, ácido hialurônico, botox, preenchimento das maçãs do rosto, as gluteoplastias ( prótese de silicone nas nádegas) e, com certeza, muitas outras “plastias” que ora não recordo.

E quando se pensa que, enfim, a busca da perfeição física terminou, leio que “cresce no Brasil o número de cirurgias estéticas para implantes nas panturrilhas” (Folha de São Paulo de 1/09/2010).

Parece incrível, mas agora, para muitos, está ficando difícil, ou insuportável, viver com panturrilhas pequenas, ou com pernas finas que formem um vão.

Para se livrar de tal incômodo, o jeito é recorrer a uma cirurgia plástica.

Esse tipo de cirurgia existe, afortunadamente, há alguns anos, como indicação para casos de atrofia muscular causada por doenças (como a poliomielite).

Contudo, nos dias atuais, passou a receber outro foco e, subindo no “ranking” das próteses de silicone mais procuradas, cai como uma luva para aqueles que querem mostrar “batatas da perna” na moda.

E se a moda mudar?

Tira-se as próteses?

Nos últimos tempos, parece que, pelo padrão estético alimentado pelo “photoshop”, temos a obrigação de ser perfeitos. Rugas, seios pequenos, lábios finos, nádegas “chapadas”, panturrilhas pequenas ... tudo isso parece não ter espaço nos dias atuais. E a mídia está aí para nos lembrar disso a todo instante. As crianças crescem sob essa doutrinação.

Beleza natural?

Isso é coisa do passado.

Mas será que até a beleza física passará a ser produzida em massa?


Nota: Não desconheço os inúmeros e enormes benefícios trazidos pelas cirurgias plásticas. Sobretudo as reparadoras. E também não entendo que a beleza natural dispense cuidados.


17 comentários:

  1. Andei pensando seriamente na possibilidade de fazer uma plástica - 50% das minhas amigas já fizeram com ótimos resultados - mas acho que não tenho coragem.
    Elas ficaram mais bonitas, mais magras, rejuveneceram... Sem dúvidas, vale a pena, quando bem indicada e realizada.
    Mas os exageros estão cada vez maiores...

    ResponderExcluir
  2. Oi, Helô

    Não sou contra as cirurgias plásticas. Nunca fiz nenhuma por não sentir vontade, muito menos necessidade. Mas, esse absurdo que está por aí, confesso que também me assusta.
    É um exagero a ponto de nunca haver contentamento. Já ouço muitas mulheres me perguntarem o porquê de não ter feito alguma.
    Respondo que ainda me acho perfeita, pelo menos de corpo. rsrsrs
    Se um dia sentir necessidade de uma reparação, vou pensar. Quando lembro que causa dor...desisto de pensar.
    Essa da panturrilha eu desconhecia.
    E eu que tenho o tornozelo finíssimo, será que tem solução? kkkk Só implantando osso.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  3. É horrível pensar que pessoas se sujeitam a se cortar como bifes, sem um mínimo de respeito por sí e pelo seus corpos. Quando isso vai parar? Já está ficando ridículo. O corpo merece respeito, pois já tem a beleza da natureza, que fez cada um de nós diferentes, e não iguais à Barbie...

    ResponderExcluir
  4. Oi Helô...
    ótimo o seu post, um assunto muito importante e atual. Sou a favor das cirurgias plásticas, quando necessárias, seja para imperfeições físicas ou para a ajuda com a auto-estima. Mas os excessos é que são preocupantes. E como tudo que é demais, acaba fazendo mal. Eu acho que o mais importante, ao invés dessa busca insana pela perfeição da beleza externa, devemos nos preocupar mais com a beleza interna, os valores e princípios que realmente contam, e que andam tão em falta hoje em dia, retidão de caráter, gentileza, generosidade, perdão, e tantos outros imprescindíveis para uma vida mais bonita e agradável. E é isso que tento passar para meus filhos, que a beleza exterior é importante, mas a beleza da alma e do coração, essas sim, são vitais.
    Beijos querida!!!
    Marisa.

    ResponderExcluir
  5. Eu até hoje,ainda não fiz....precisei tantas cirurgias necessárias e graves que não tenho coragem nem de pensar nelas... mashá quem goste...

    beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. Helô,
    Convenhamos, já um exagero nessa busca pela perfeição, que não dá para entender!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Helô,

    Isso me lembra a questão do trabalho remunerado feminino. Quando começou, muitos chiaram e aconselharam as mulheres a se restringirem aos trabalhos domésticos, sob pena de haver uma bruta desagregação familiar. Hoje em dia o trabalho feminino extra-lar é imprescíndível, tanto para a realização da mulher, quanto para as finanças da casa. Nesse contexto, pouquíssimas mulheres aceitam não ter o seu trabalho extra-lar bem como - e principalmente - o seu salário.
    Por outro lado, a sociedade vem pressionando os seres humanos no sentido de que eles não se permitam ter aparência desagradável ou envelhecida. Vai daí .... Contudo, está havendo exageros! A moda da cirurgia da panturrilha é a prova, rsrs.

    Um beijo e boa noite!

    ResponderExcluir
  8. Há alguns anos trabalhei com uma moça que fez essa cirurgia e ela passava o dia com as pernas em cima de uma cadeira, com dores pós-cirurgia...
    Tem gosto para tudo!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá Helô!,Muitas vezes a cirurgia devolve a auto-estima das pessoas, porém muitas vezes também o excesso pode prejudicar. É uma opção que deve ser analisada caso a caso e sem exageros.

    Um abraço!

    Cris Silva

    ResponderExcluir
  10. Eu vejo as fotos antigas de artistas, pessoas em geral...e penso: poxa, eles eram assim mesmo. Tá certo, tinha a luz certa, a maquiagem...mas não tinha photoshop nem computador. era a imagem no filme e acabou.

    agora a gente monta a imagem que quer no pc. artificializa a vida. e ficou feio ser gordinho, ter rugas, ter experiência, não ser do padrão x.

    mundo triste que vivemos, a superficialidade é grande demais.

    bom dia

    ResponderExcluir
  11. Eu tinha vontade de colocar silicone e fazer uma plástica na barriga que depois da gravidez ficou muuuuito flácida, rs.
    Minha irmã é louca pra fazer essa da panturrilha e também de colocar silicone no bumbum, ela está pra casar e por isso gastando muito mas acho que depois do casório ela vai endoidar e colocar.
    Eu falo que queria fazer essas plásticas mas não sei se tenho coragem, minha amiga fez lipo em tudo, pernas, bunda, braços, barriga, colocou silicone, tirou pele da barriga, tudo numa mesma cirurgia, quase morreu de dor e o pior era não poder pegar o filho de 05 anos no colo, ele pedia e ela não podia pegar, afff, acho que morro se acontecer isso comigo.
    Gostei do post!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Helô se eu for ficar analisando em mim, teria algumas sim pra fazer.
    Mas pra mim nenhuma dessas mudanças valeria a pena de se correr risco com uma anestesia geral ou qq. outra complicação séria que possa vir a ter, embora sei que os riscos são poucos.
    Mas pra mim não vale a pena, eu me gosto assim mesmo com seio pequeno, nariz grande, e barriguinha pedindo lipo.
    Bjs. e ótima semana

    ResponderExcluir
  13. Olá Heloísa!
    Adorei receber sua visita!
    Excelente post.
    Tenha um ótimo fim de semana!
    BjOs.

    ResponderExcluir
  14. OI Helô, tudo bem?
    Eu acho que a cultura desse "photoshop"que leva as pessoas a fazerem estes tipos de mudança estetica no corpo.
    A busca interminavel pela perfeiçao.
    Outro dia recebi uma visita em casa, uma amiga de uma amiga minha. Ela mora na Itália.
    E por lá pelo que percebi as pessoas tem esta mesma mentalidade.
    Pois ela me disse, Dani meu nariz era igual o seu, mas eu fiz uma cirurgia plástica nele, e recentemente fiz uma lipo.
    E ela estava preocupadissima, no horario que ela havia marcado com o cabeleireiro pra fazer escova, pois não podia sair de casa sem escova.
    As pessoas estão esquecendo de alimentar a alma, o coração. E pensando somente no ego, na casca.
    É uma pena, pois um dia vão enxergar que perderam tempo demais se preocupando com coisas não tão importantes.
    bjuss e otimo fim de semana

    ResponderExcluir
  15. Helô,

    muito boas suas considerações. Sobre esse assunto, li um texto na Época, nao sei se você leu, mando o link abaixo. Triste e preocupante:

    http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI164582-15228,00-ELES+QUEREM+SER+PERFEITOS.html

    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Heloísa, que loucura! Essa cirurgia eu não conhecia. Acho que essa moda ainda não pegou por aqui. Mas existe realmente a mania de fazer cirurgia plástica por qualquer coisa. Eu acho que todos temos nossas imperfeições e temos que aprender a viver com elas. Claro que a cirurgia plástica pode fazer milagres por pessoas que sofreram acidentes ou que sofrem de algum tipo de desfiguramento, mas na panturrilha? Isso já é loucura.
    Bj

    ResponderExcluir
  17. Helô, quando era mais nova, eu odiava meu nariz e queria muito fazer uma cirurgia, mas com o passar do tempo fui cultivando meu amor-próprio e gostando mais de mim. Passei a valorizar outros aspectos e hoje em dia meu nariz não me incomoda a ponto de querer mudá-lo. Mas acho que se algo perturba a ponto de afetar a auto-estima, a plástica é uma boa opção. Achei curioso seu post porque eu tenho panturrilhas finas e com um vão entre elas. Pra piorar minhas coxas são grossas e o resultado é bem desproporcional! Eu acho que faria esse implante de silicone na panturrilha... me parece menos invasivo do que uma plástica no nariz, rsrsrsrs!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.