segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Sesta e sonecas

Não sou especialista no assunto, mas não resisto à vontade de falar alguma coisa sobre a sesta e as sonecas das crianças pequenas. Faço essas colocações baseada, unicamente, na minha experiência pessoal de mãe e avó, e na observação das outras crianças.
Quando recém-nascida, a criança dorme muito. Aos poucos, o tempo em que fica acordada vai aumentando, até que, perto dos dois anos, ela dorme, ou deveria dormir, aproximadamente 12 horas, por noite, e mais dois períodos durante o dia : uma soneca pela manhã e, após o almoço, a sesta. Aos três, além do sono noturno, basta um período de sono durante o dia.
A rotina do sono é de grande importância, e diversos são os estudos médicos e científicos que comprovam a necessidade de que nossas crianças durmam o número de horas suficientes, para que possam crescer saudáveis. Dizem os especialistas que sono insuficiente pode causar comportamento hiperativo, irritabilidade e até agressividade.
A questão é que, hoje em dia, é muito difícil manter a rotina de sono das crianças. Em 09.06.2008 publiquei nesse blog o texto “Bom sono”, onde comentei sobre a necessidade da criança ter um ritual que anteceda sua ida para a cama, que durma o suficiente para sua idade e que tenha um horário razoável para ir para a cama.
Contudo, muitos pais têm dificuldades para estabelecer e manter a rotina do sono noturno.
E para os períodos de sono diurno, no caso das crianças pequenas, a obrigação de manter a rotina fica com as escolas de educação infantil. Isso porque, na grande maioria dos casos, as mães trabalham fora de casa, e as crianças vão para a escola muito pequenas.
Algumas escolas, atentas a isso, possibilitam uma sesta para as criancinhas. Logo no início da tarde, colocam colchonetes no chão, deixam o ambiente escurinho e até colocam uma música suave. As crianças são orientadas para ficarem quietinhas, pois é hora de descanso, e acabam dormindo e criando o hábito da sesta.
Outras escolas, com horários flexíveis, não mantêm a rotina do sono. Reservam um ambiente para eventuais sonecas das crianças, com berços e colchõezinhos, mas não incentivam o descanso. Ou a criança pede para dormir (o que acho que deve ser meio raro), ou “cai” de sono e é levada para a cama. Não é criada a rotina, o que faz com que cada dia a criança durma num horário, ou que nem mesmo durma. Passa o dia inteiro “acesa”, dormindo, muitas vezes, no caminho para casa.
Confesso que tenho pena das criancinhas menores de 3/4 anos que não podem desfrutar do soninho bom da tarde. Tenho pena, também, de não ser criada e mantida a rotina do sono que, entre outras importâncias, tem a de dar segurança aos pequeninos. O roteiro e a disciplina são elementos fundamentais na educação das crianças. É sabido que, quem não sabe o que deve fazer agora, e nem o que poderá vir depois, deve ficar bastante inseguro no seu dia-a-dia.
E isso é o que acontece com nossas crianças, que não percebem quando têm que dormir . Podem estar com muito sono, mas resistem bravamente. Não se entregam, pois não têm o ritual, e nem o horário para dormir.




Que sono gostoso!

9 comentários:

  1. Oi Helo, cá estou eu novamente, rs. Concordo com vc em todos os sentidos, acho importantissimo o soninho diurno, a creche que a Nathalia fica tem essa rotina, e todas as crianças dormem no mesmo horário, nos finais de semana eu também faço ela dormir a tarde, lógico que não no mesmo horário da creche (12:30) porque como ela acorda mais tarde, nesse horário não está com sono, então faço ela dormir por volta de 13:30, ela dorme sempre por 02 horas, procuro sair de manhã ou depois do soninho, não gosto quando ela não dorme de tarde, pois fica muito irritada e o sono noturno fica agitado. Mas a noite ela nunca dorme a noite inteira, sempre acorda, algumas vezes quer ir pra minha cama e eu nunca resisto, não sei o que fazer para ela dormir a noite toda sem acordar, vc tem alguma dica???? Beijus!

    ResponderExcluir
  2. Olá, vovó da Isadora !!!

    Sou mãe de uma Isadora tb. Minha filha tem dois anos e meio e venho acompanhando seu blog e tb o da sua filha. São muito interessantes...Parabéns !!!
    Sobre seu comentário do soninho, concordo plenamente. A minha Isadora dorme bem à noite e curte o soninho de dia... Ela não resiste ao sono e até pede pra dormir. Sei que é exceção, faz muito bem a ela e a mim (e as vovós que cuidam dela também). Mas tenho certeza que é resultado da rotina - a qual indico a todas as mães. Um abraço. Fernanda

    ResponderExcluir
  3. Um sono contagiante, dá vontade de dormir mesmo!

    Que linda foto, vovó Helô!!!

    Eu, inclusive, acho importante as empresas adotarem um ambiente de "descanso" para a hora da sesta, vcs não acham? "Lá fora", no estrageiro, existem empresas que primam por isso: chamam de qualidade de vida!!! Inveja branca!!!

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Seguindo a Michele, ia falar isso mesmo. Em primeiro lugar, sesta para os adultos tb!!! rsrs

    Bem, e sobre as crianças, voltamos ao velho problema dos tempos atuais. Também acho maravilhoso o sono diurno, faz bem aos pequenos, mas o que fazer se as escolas não proporcionam e os pais precisam desse apoio para trabalhar?
    Procurar uma escola que tenha essa estrutura? Pode ter a do sono, mas não ter uma série de outras coisas, não dar as garantias e seguranças que os pais precisam para deixar os filhos, enfim.

    Não é fácil para ninguém por causa dos tempos atuais, mais difíceis do que no passado. Hoje, as crianças saem de casa diariamente para a escola para acompanhar o ritmo dos pais, que tb trabalham fora. E assim já ficam desde cedo nesse círculo da correria etc.
    Mas tudo o que estiver ao nosso alcance para colaborarmos com o soninho das crianças certamente devemos fazê-lo.
    E com o nosso tb! Sesta para todos! Viva a Espanha!

    ResponderExcluir
  5. A Marina sempre dormir umas 2 horas depois do almoço, mais agora com 2anos e 2 meses tem dias que ela não quer saber de dormir não, só quer ficar brincando, quando vou buscar ela na casa da tia, ela vai dormindo no carro, mais chegando em casa tenho acorda-lá senão ela dorme muito tarde à noite. Já fui ver uma escolinha p/ colocar ela no período da tarde e lá tb tem a hora do soninho, mais é 11:30 o horario do sono.
    Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  6. Ah Danny a Mariana também acorda no meio da noite 1 ou 2 vezes p/ mamar e trocar a fralda, mais não levo pra minha cama não, mama e troco dentro do berço mesmo para não acostumar, acordo um trapo, o duro é ir trabalhar no outro dia, é raro os dias que passa a noite toda sem acordar, queria tanto que isso se tornasse diario.rsrsrsrsrs. Mais um dia a gente chega lá.

    ResponderExcluir
  7. Então Si, tem noites que ela dorme a noite toda, esse noite foi uma dessas, só acordou hoje de manhã pedindo mama, mas sabe que até esses tempos ela acordava também e queria mamar de madrugada, até quando ela acordava pedia mama e dormia de volta eu fazia como vc , dava mama no berço mesmo e ela voltava a dormir, mas começou a acordar de 02 em 02 horas e queria mamar, imagine! Daeh inventei uma história, quando ia dar o mama na hora de dormir eu falava que a vaquinha do leite ia dormir agora, e que só viria no dia seguinte trazer leite, daeh quando ela acordava para pedir mama eu falava que a vaquinha ainda não tinha vindo, e agora ela nem pede mais, quando acorda quer ir na minha cama, mas tem noites que não acorda. Tomara que ela entre numa fase de dormir a noite toda sempre!!! O sono da mamãe agradece!

    ResponderExcluir
  8. Queridas comentaristas,
    Parece que a questão do sono noturno, e das sonecas durante o dia, realmente "atormentam" muitas mamães. É difícil, mesmo, ter que sair para trabalhar sem ter tido uma boa noite de sono. Penso que não deve existir uma solução que sirva para todas as crianças, pois uma é diferente da outra, assim como seus pais também são diferentes. Há, contudo, algumas regras gerais, que acho que podem ajudar.
    Primeiro, é preciso tentar descobrir se as crianças que sempre acordam estão indo dormir com fome. Acordar uma noite ou outra, tudo bem. Mas quase todas as noites, já é diferente. Acho que nesses casos é preciso uma conversa com o pediatra do nenê.
    Agora, quando a criança acordar eventualmente, penso que a regra de ouro é tentar mantê-la no berço. Conversar suavemente com ela, para tentar acalmá-la, cantar uma canção de ninar, num tom bem tranqüilo, contar bem baixinho uma historinha. Tudo isso no escurinho do quarto, sem levá-la para outro cômodo, ou para a cama dos pais.
    É difícil ? Pode ser.
    Mas vale tentar. A mamãe pode colocar uma cadeira ao lado do berço, para não cansar enquanto procura acalmar seu nenê.
    Puxa, acho que esse assunto talvez dê um texto.
    E é isso, Pri, sesta também para as mamães.
    Beijos
    Heloísa

    ResponderExcluir
  9. Nossa, um soninho durante a tarde faz toda a diferença mesmo...
    "se vc esta cansado, ouça o meu recado e nao terá mau humor, dormir a tarde poderá fazer-lhe um grande favor", como canta o nosso amigo Barney!!!!
    Nao é mesmo vovó Helô?!
    adorei o tema, COMO SEMMMPREEEEE...
    obrigada por comoartilhar conosco tanta sabedoria e bom senso!
    bjosssss
    Ma

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Depois é só escolher uma identidade. Se você não tiver conta google, clique em nome/URL, logo abaixo. Coloque seu nome e, depois, clique em Publicar. Vou adorar ler o que tem a me dizer.